ADCC 2013: comitê decide entre China e Abu Dhabi

Share it
Casas ao longo do rio, no subúrbio de Xangai. Foto: Fanghong/Divulgação

Casas ao longo do rio, no subúrbio de Xangai. Foto: Fanghong/Divulgação

Em carta aberta à imprensa, o comitê organizador do ADCC 2013, charmoso torneio sem kimono realizado desde 1998, confirmou nesse domingo as informações apuradas na semana passada pelo GRACIEMAG.com.

Apesar de acertos anteriores com a Prefeitura de São Paulo, e da tentativa de levar o evento para o Macaranãzinho, no Rio, o ADCC 2013 deve retornar ao emirado que lançou o torneio, Abu Dhabi, ou então fazer sua estreia na interessante Xangai, a cidade mais populosa da China, e do planeta.

“Nosso plano era retornar para um de nossos locais favoritos, a cidade sede do ADCC 2003. Infelizmente o apoio da Prefeitura de São Paulo, que estava aprovado e confirmado, foi cancelado. Assim, fomos forçados a mudar os planos. O Brasil tem fortíssima tradição no esporte, mas vamos procurar outro país. Estamos agora decidindo entre Abu Dhabi ou China. Estamos empolgados com as possibilidades que cada lugar oferece, e esperamos mais uma grande edição do nosso evento”, divulgou o comitê, em mensagem publicada originalmente pelo faixa-preta Kid Peligro.

Entre as lutas já confirmadas, o atual campeão absoluto André Galvão enfrenta Bráulio Estima, vencedor da última superluta, no ADCC 2011, na Inglaterra. Na superluta de mestres, Zé Mario Sperry enfrenta Fabio Gurgel. Além deles, os campeões de cada divisão no último evento, há dois anos, têm vaga garantida, como Rafael Mendes (66kg), Marcelo Garcia (77kg), Rousimar Toquinho (vice 88kg contra Galvão), Dean Lister (99kg) e Vinny Magalhães (acima de 99kg).

No feminino, Kyra Gracie (60kg) e Gabi Garcia (+60kg) foram as campeãs em 2011, em Nottingham.

A seletiva brasileira para lutar o evento será entre 19 e 21 de abril, no Rio – saiba os detalhes clicando aqui.

Xangai ou Abu Dhabi, leitor? Que cidade você preferia como sede para o tradicional torneio mundial sem pano?

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *