Reneé Forte após vitória no novo peso: “Agradeço a quem não acreditou em mim”

Share it
Chapéu de couro e vibração após vitória em Londres. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Chapéu de couro e vibração após vitória em Londres. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Não foi dessa vez que Terry Etim desfez a fama de “freguês” dos brasileiros. Estreando na categoria dos pesos leves, Reneé superou o favoritismo do adversário e, com uma performance tranquila, dominou Etim em todos os rounds da  última luta do card preliminar do UFC on Fuel 7, realizado no dia 16 de fevereiro, no Wembley Arena, em Londres. Forte, que vinha de derrota, comemorou a redenção no UFC em alto estilo, com o mesmo chapéu nordestino simbolizando sua origem cearense que usou para entrar na batalha.

Em desvantagem de envergadura, Reneé começou usando as pernas e buscando encurtar a distância. O brasileiro foi superior no primeiro round, pressionando o adversário contra a grade e conseguindo ainda uma queda. No segundo round, Reneé conseguiu impor ainda mais o seu jogo, controlando o adversário e conseguindo a montada, castigando Etim até o soar do gongo. O terceiro round se desenrolou do mesmo modo, com domínio total do brasileiro. No fim, os três jurados deram o combate para Reneé, que leva sua primeira vitória no UFC.

Após a luta, Reneé comentou a maneira como se preparou para essa luta em novo peso e fez um agradecimento especial.

“Eu fiz a melhor preparação da minha vida. A aclimatação na França (Reneé passou dois meses em Avignong) me ajudou muito. Eu estava muito confiante e sempre acreditei no meu potencial”, declarou o brasileiro. “Fiquei honrado em ter lutado aqui na Inglaterra. Quero agradecer a Jesus e também a todos que não acreditaram em mim. Isso me deu mais força para ganhar”, desabafou o ex-participante do TUF Brasil.

E você, leitor, acha que Reneé Forte se encontrou na categoria dos leves? Comente!

UFC on Fuel TV 7

Wembley Arena, Londres, Inglaterra

16 de fevereiro de 2013

Renan Barão finaliza Michael McDonald no katagatame aos 3min27s do R4

Cub Swanson venceu Dustin Poirier na decisão unânime dos jurados

Jimi Manuwa venceu Cyrille Diabaté por nocaute técnico aos 5min do R1 (lesão na panturrilha)

Gunnar Nelson venceu Jorge Santiago na decisão unânime dos jurados

James Te-Huna vence Ryan Jimmo na decisão unânime dos jurados

Matthew Riddle venceu Che Mills na decisão dividida dos jurados

Card Preliminar

Reneé Forte venceu Terry Etim na decisão unânime dos jurados

Danny Castillo venceu Paul Sass na decisão unânime dos jurados

Andy Ogle venceu Josh Grispi na decisão unânime dos jurados

Tom Watson venceu Stanislav Nedkov por nocaute técnico aos 4min42s do R2

Vaughan Lee vence Motonobu Tezuka na decisão unânime dos jurados

Phil Harris venceu Ulysses Gomez na decisão unânime dos jurados

 

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *