UFC on Fuel 7: Renan Barão finaliza Michael McDonald e pede Dominick Cruz

Share it
Renan Barão vence, tem o braço erguido, e recebe de volta seu cinturão. Foto: UFC/Facebook

Renan Barão vence, tem o braço erguido, e recebe de volta seu cinturão. Foto: UFC/Divulgação

Mais um sábado de grandes emoções para os amantes do Ultimate. Com um card que se iniciou à tarde e chegou à noite com tudo, a sétima edição do UFC on Fuel TV trouxe a afirmação do brasileiro Renan Barão no topo da categoria dos pesos-galos da organização, finalizando seu adversário, Michael McDonald com um apertado katagatame, no quarto assalto. No coevento, Cub Swanson venceu grande luta contra Dustin Poirier na decisão, palavra síntese do evento, pois os jurados tiveram que definir nove das 12 lutas do show realizado no Wembley Arena, em Londres, Inglaterra. Os bônus deste edição foram: Nocaute da noite para Tom Watson, luta da noite para Watson vs Nedkov e finalização da noite para o katagatame de Barão.

Depois de trocarem sorrisos na pesagem, um dia antes de subirem no octagon, o clima foi outro durante o evento principal da noite. Renan Barão entrava não só para defender seu cinturão, mas também para garantir sua chance de unificar o título interino dos pesos-galo contra o contundido dono do cinturão, Dominick Cruz. Do outro lado, um jovem e agressivo Michael McDonald, conhecido por suas mãos rápidas e poder de nocaute, queria melar os planos do brasileiro.
Em uma das lutas mais equilibradas do evento, Renan e Michael se estudaram bastante e nos primeiros momentos da luta. Com momentos de análise profunda e repentinas trocas de socos, disparados como raios, os três primeiros assaltos do combate eram definidos com pequena margem de vantagem para Renan Barão.

Ao chegar no quarto round, Barão aproveitou um descuido de McDonald para ganhar as costas do adversário no solo. Michael se virou de lado para tentar defender, daí veio o bote da cobra: Renan Barão vislumbrou a oportunidade e, com a passagem de guarda ensaiada, já posicionou a cabeça ao lado do braço de McDonald apertando o pescoço do americano no katagatame. O destemido jovem, apesar de sentir a pressão do estrangulamento, resistiu e sinalizou mais de uma vez para o árbitro dizendo que estava bem na posição, mas não conseguiu aguentar o arrocho do faixa-preta de Dedé Pederneiras, batendo aos três minutos e 27 segundos da quarta etapa. Vitória, defesa de cinturão e um pedido:

“Dominick Cruz, eu quero você”, disse Barão após dedicar a vitória ao seus conterrâneos do Rio Grande do Norte.

Barão aperta no katagatame, McDonald não resiste e bate. Foto: Josh Hedges\Zuffa LCC via Getty Images

Barão aperta no katagatame, McDonald não resiste e bate. Foto: Josh Hedges\Zuffa LCC via Getty Images

Outros destaques do evento ficaram para a superioridade de Cub Swanson vencendo Dustins Poirier na decisão unânime pelo coevento da noite, a vitória contundente de Tom Watson sobre Stainslav Nedkov, que rendeu para os lutadores o prêmio de luta da noite e de melhor nocaute para Watson, no fim do segundo round; e para a importante vitória de Reneé Forte, que fez sua estreia na categoria dos leves do UFC, sobre Terry Etim, de forma unânime.

Confira os resultados oficias desta edição do Ultimate.

UFC on Fuel TV 7

Wembley Arena, Londres, Inglaterra

16 de fevereiro de 2013

Renan Barão finaliza Michael McDonald no katagatame aos 3min27s do R4

Cub Swanson venceu Dustin Poirier na decisão unânime dos jurados

Jimi Manuwa venceu Cyrille Diabaté por nocaute técnico aos 5min do R1 (lesão na panturrilha)

Gunnar Nelson venceu Jorge Santiago na decisão unânime dos jurados

James Te-Huna vence Ryan Jimmo na decisão unânime dos jurados

Matthew Riddle venceu Che Mills na decisão dividida dos jurados

Card Preliminar

Reneé Forte venceu Terry Etim na decisão unânime dos jurados

Danny Castillo venceu Paul Sass na decisão unânime dos jurados

Andy Ogle venceu Josh Grispi na decisão unânime dos jurados

Tom Watson venceu Stanislav Nedkov por nocaute técnico aos 4min42s do R2

Vaughan Lee vence Motonobu Tezuka na decisão unânime dos jurados

Phil Harris venceu Ulysses Gomez na decisão unânime dos jurados

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe um comentário para José Roberto Roberto Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.