Anthony Pettis exclusivo: “Adoraria que a luta com José Aldo fosse no Brasil”

Share it
Anthony Pettis vai treinar Jiu-Jitsu no Brasil. Foto: Josh Hedges/Zuffa LCC via Getty Images

Anthony Pettis vai treinar Jiu-Jitsu no Brasil. Foto: Josh Hedges/Zuffa LCC via Getty Images

Definido como próximo desafiante ao título dos pesos-pena do UFC, o americano Anthony Pettis vai descer da categoria dos leves para enfrentar o dono do cinturão José Aldo. O evento, sem local nem nome definido, será realizado no dia 13 de agosto.

Em entrevista ao GRACIEMAG.com, Pettis falou sobre suas habilidades no Jiu-Jitsu e em como elas lhe são favoráveis ao seu jogo em pé, e sobre a possibilidade de lutar em solo nacional, já que Dana White cotou o Rio de Janeiro como uma das cidades para receber a disputa do cinturão.

Confira abaixo os melhores trechos da entrevista de Nalty Jr com o desafiante Anthony Pettis.

GRACIEMAG.com: Animado para a luta com José Aldo?

ANTHONY PETTIS: Muito, eu mesmo pedi essa luta ao Dana e eu acho que eu posso vencê-lo. Ele vai ser um dos maiores desafios da minha carreira, e é isso que eu quero, fazer grande lutas. Ele não é o campeão à toa. Ele detém o cinturão há um bom tempo e domina a divisão dos penas, além de ser um dos melhores lutadores peso por peso do UFC. É um grande lutador.

Aldo é faixa-preta de Jiu-Jitsu. Vai fazer de tudo para evitar que a luta vá para o chão?

Bem, ele não é de levar nenhuma luta para o chão, assim como eu. Ele pode ser faixa-preta, mas minhas habilidades no solo são tão boas quanto a de um faixa-preta de Jiu-Jitsu. Mas o Aldo não vai querer levar pro chão, ele quer lutar em pé, o que não torna a luta mais fácil para mim, pelo contrário!

Fale um pouco mais sobre o seu jogo de Jiu-Jitsu.

Eu estou treinando com o irmãos faixas-pretas Diego e Daniel Moraes (Gracie Ilha). Eles me ensinam diversos detalhes de Jiu-Jitsu que eu nunca tinha aprendido em nenhum outro lugar, e é por isso que eu gosto de treinar com eles. Eles ensinam um Jiu-Jitsu para a luta. Você pode ser faixa-preta de Jiu-Jitsu, mas na luta de MMA é diferente.

Como será a luta contra José Aldo na sua cabeça?

Ele é ótimo, mas nunca enfrentou um cara com meu nível de habilidade em pé, alguém que tenha um nível de trocação tão bom quanto o dele. Eu sou muito imprevisível quando luto, e isso pode dificultar o jogo dele.

E sobre o seu camp?

Vou fazer parte do meu camp no Brasil, na academia dos irmãos Moraes, lá para o fim de março. Pretendo passar dez dias lá (na Ilha do Governador, Rio) afiando o meu Jiu-Jitsu.

Você acha que o José Aldo terá vantagem se a luta for no Brasil?

Não faz diferença. Adoraria que fosse lá, pois tiraria umas férias no Brasil de graça!

Você volta e meia encaixa triângulos. Acha que seu jogo em pé é melhor por conta da sua experiência no Jiu-Jitsu?

Totalmente. Eu não tenho medo de arriscar um golpe por ter a chance de ser derrubado.  Se meu adversário me derruba, aproveito para tentar finalizar.

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *