O estrangulamento que pegou Clark Gracie e Zak Maxwell em San Diego

Share it
Magid Hage apaga Clark Gracie durante a seletiva de Abu Dhabi em San Diego. Foto: Erin Herle/GRACIEMAG

Magid Hage de pé diante de Clark Gracie na seletiva de Abu Dhabi em San Diego. Foto: Erin Herle/GRACIEMAG

A cada seletiva para Abu Dhabi, surge um novato para complicar um faixa-preta favorito.

No último fim de semana, a zebra a galopar nos dojôs de San Diego foi a fera Magid Hage, da Gracie Barra, que em sua estreia como faixa-preta eliminou duas pedreiras: Clark Gracie e Zak Maxwell (Gracie Humaitá).

Hage usou a mesma arma em ambos os confrontos: o estrangulamento cruzado conhecido como beisebol. O novato no entanto foi parado antes do ouro: ele perdeu a final, para Marcel Gonçalves na divisão até 83kg.

Confira como ele pegou Clark e Zak, a seguir:

Ler matéria completa Read more
There are 16 comments for this article
  1. Steve Howe at 8:47 pm

    Orra o Zak vacilou. Mete o pé (ou ambos) no peito do cara e empurra. Teria saído. Eu tb faço esse estrangulamento (ou um ezequiel por baixo) e essa é a saída

  2. Railey Viana at 10:39 pm

    Defendo, não me afastando do adversario e sim colando nele pra anular a pressao do torniquete, indo com a mao no cotovelo do oponente fazendo pressao contraria a do estragulamento! abraço forte

    • Franco Laviero Maschio Salvia at 3:00 pm

      no ezequiel é a saída..nesse baiseball quanto mais pra baixo mais arrocho…o que estrangula é o punho…mão no cotovelo não resolve!! na minha opinião! abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *