Rominho explica ausência do absoluto e ensina a maior lição do ouro europeu

Share it

Barral aplica o estrangulamento básico em Rodrigo Pimpolho, na final dos meio-pesados do Europeu 2013. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG.com

Em sua primeira participação em dez anos de torneio, o faixa-preta Romulo Barral (Gracie Barra) foi até Portugal e não decepcionou.

No domingo, o mineiro radicado em Los Angeles carimbou seu passaporte para a final dos meio-pesados. O problema é que do outro lado estava outro professor da Gracie Barra, o faixa-preta de Curitiba Rodrigo Fajardo, então campeão europeu da categoria. A solução? Lutaram para ver quem é o melhor dentro das quatro linhas.

“Somos da Gracie Barra, mas viemos de diferentes cidades. Nunca treinamos juntos e nós dois queriamos ser campeões, então nada mais justo que ter luta”, diz Rominho, em papo com o GRACIEMAG.com. “Foi uma sensação de dever cumprido. Tive uma ótima campanha, consegui finalizar todas as minhas lutas com o estrangulamento da montada. Nada mais básico”.

Para Barral, a maior lição apreendida nessa estreia no Europeu foi justamente esta, acreditar no tradicional e no mais simples.

“É a dica que fica para os praticantes de todas as faixas. Não se preocupe em aprender apenas as posições modernas. Primeiro você tem de ser bom no básico”, ensina.

O único lamento foi não ter ido no absoluto.

“Fiquei indeciso sobre lutar o absoluto, porque fiquei muito gripado na semana da competição. Como não estava me sentindo 100%, optei por não arriscar. Mas foi dificil decidir ficar vendo tudo de fora”, lembra Rominho, que agora vai encarar a Seletiva de Miami, 9 e 10 de fevereiro, para buscar a passagem para Abu Dhabi.

Por enquanto, só festa pelo primeiro ouro europeu:

“Foi show poder curtir tudo aqui no meu primeiro Europeu. Acho que me preparei muito, fiz um jogo para a frente sem deixar brechas e sem cometer erros para meus adversários aproveitarem. Taí o resultado”, conclui a fera da GB.

Para conferir todos os resultados do Europeu 2013, clique aqui.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *