Bisping: “Vou pagar um drinque para o Vitor após derrotá-lo”

Share it
Vitor aponta para Bisping, que ri da situação. Foto: UFC/Divulgação

Vitor aponta para Bisping, que ri da situação. Foto: UFC/Divulgação

O clima esquentou na coletiva de imprensa oficial do UFC São Paulo na quinta-feira, 17 de janeiro, no Hotel Hilton Morumbi. Vitor Belfort e o britânico Michael Bisping, estrelas da luta principal do evento deste sábado, dia 19 de janeiro, se exaltaram durante a tradicional “encarada”, trocando ofensas em cima do palco. As estrelas do coevento principal, Daniel Sarafian e CB Dollaway, não ficaram para trás, e também fizeram uma encarada cheia de tensão. A coletiva foi mediada por Marshall Zelaznik, diretor de desenvolvimento internacional da organização.

“Nós fomos fazer a encarada e eu geralmente gosto de ficar perto do meu oponente, mas ele estava com o braço todo esticado”, declarou Bisping. “E então ele começou a tocar no meu queixo. Fui tirar a mão e ele perdeu a calma. Eu adoro isso. Teremos fogos de artifício sábado à noite”, vibrou o lutador britânico.

Bisping, conhecido por seu humor afiado, não poupou criatividade para alfinetar o adversário brasileiro. Apesar de afirmar respeitar Vitor como atleta, Bisping admitiu ter levado a sério o xingamento de hooligan feito pelo brasileiro durante um evento de imprensa, mas disse preferir sentir raiva para lutar.

“Não tenho nada contra Belfort, mas levei para o lado pessoal quando ele me chamou de hooligan. Eu preciso fazer isso. Eu luto melhor quando tenho raiva do meu adversário”, declarou o britânico. “Mas vou pagar um drinque para ele depois que derrotá-lo no sábado”.

Sarafian cara a cara com Dollaway. Foto: UFC/Gaspar Nóbrega

Sarafian cara a cara com Dollaway. Foto: UFC/Gaspar Nóbrega

Já Vitor, de bom humor, não poupou elogios à cidade e à torcida brasileira, afirmando que “nada pode deixá-lo triste”. Apesar do discurso sempre respeitoso, Vitor esbanjou confiança, e disse prever para este evento destino similar ao que teve em São Paulo em 1998, quando derrotou Wanderlei Silva no primeiro UFC realizado no Brasil: a vitória.

“Eu tenho certeza da minha vitória, e isso não é arrogância, é confiança. Eu me preparei para lutar cinco rounds. Se a luta terminar antes disso, vou para meu vestiário continuar lutando e completar os 25 minutos”, declarou Belfort. “Vamos parar de falar e vamos fazer isso de verdade! Estou pronto para sábado à noite. Estou feliz pela multidão que estará lá comigo. A vitória é meu alvo e nada ficará no meu caminho”.

UFC on FX 7
Ginásio do Ibirapuera, São Paulo, SP
19 de janeiro de 2013

Vitor Belfort vs Michael Bisping
Daniel Sarafian vs CB Dollaway
Gabriel Napão vs Ben Rothwell
Thiago Tavares vs Khabib Nurmagomedov
Godofredo Pepey vs Miltinho Vieira
Ronny Markes vs Andrew Craig
Diego Nunes vs Nik Lentz
Edson Barboza vs Lucas Mineiro
Iuri Marajó vs Pedro Nobre
Wagner Caldeirão vs Ildemar Marajó

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *