Bê Faria quer o trono absoluto europeu e já pensa como vencer Rodolfo

Share it

Bernardo Faria contra Lucio Lagarto no Europeu 2012. Foto: Raphael Nogueira/GRACIEMAG.com

A Alliance decidiu, mais uma vez, ir com força total para dominar o Europeu de Jiu-Jitsu. Após Rubens Cobrinha, Michael Langhi e quiçá Léo Nogueira, Bernardo Faria, de 25 anos, também está de malas prontas para disputar o torneio em Lisboa, cujas inscrições terminam nesta quarta, 16 de janeiro.

Da Finlândia, o mineiro bicampeão europeu conversou com o GRACIEMAG.com sobre sua expectativa para o torneio em Portugal, entre os dias 24 e 27 de janeiro, e já entregou seu plano maior para o resto da temporada: vencer o rolo compressor Rodolfo Vieira.

GRACIEMAG: É início de temporada. Como você está se sentindo para o Europeu 2013?

BERNARDO FARIA: Estou bem, mas ainda temos duas semanas, e pretendo treinar bastante nesta reta final para chegar lá bem confiante. Estava treinando no Estados Unidos até o meio de dezembro, fiz por lá um tour de seminários. Assim que voltei fui visitar a família em Juiz de Fora, onde treinei bastante também. Desde janeiro estou me preparando direto com o Léo Nogueira, e agora estou na Finlândia para um camp de dez dias na nossa melhor filial na Europa, a Alliance Helsinque.

O objetivo certamente é o absoluto, o título que você ainda não tem, certo?

É no que estou pensando. Já venci o absoluto do Brasileiro, do Pan e do Sul-Americano, e fui vice absoluto no Europeu e no Mundial, então estou treinando bastante para tentar vencer esses dois que faltam.

Além dos títulos, qual é sua grande motivação para competir?

Aproveitar ao máximo esta oportunidade que tenho, de viver do Jiu-Jitsu, de ter meu tempo para treinar o tempo todo. Hoje eu viajo o mundo dando aulas e treinando. Sei que no futuro serei mais professor do que atleta, e vai faltar tempo para treinar e competir, então acho que a hora é agora de conquistar tudo ao máximo. Tento aproveitar esta fase ao máximo.

Como você define o seu jogo, Bernardo?

Sou dono de um jogo persistente. Tenho fortes posições, acredito e insisto muito nelas. Conquistei muitos títulos, acho que pouco a pouco estou fazendo parte dessa história do Jiu-Jitsu… E ainda tenho muita lenha para queimar, estou com 25 anos. Espero continuar nesse ritmo e conquistar mais títulos para mim e para a Alliance.

Atualmente, toda temporada tem uma batalha entre você e Rodolfo Vieira… O que espera para 2013?

Ele tem sido mesmo meu adversário mais difícil. Outro dia estava pensando, e praticamente todos os atletas que já me venceram um dia, quando eu lutei de novo eu venci pelo menos uma vez… O Rodolfo é capaz de ser o único que nunca venci! (Risos) Ele tem sido o mais difícil, mas sim, espero vencê-lo em breve.

Quem são suas maiores influências no Jiu-Jitsu?

Acho que tive muitas influências, mas certamente com quem eu mais aprendi foi meu ex-professor Ricardo Marques e com meu professor Fabio Gurgel. O Ricardo me ensinou o Jiu-Jitsu que eu sei, e o Fabio refinou todo meu Jiu-Jitsu, então graças a Deus tive sorte de ter sempre bons professores ao meu lado.

>> E para você, leitor, Bernardão é o favorito ao ouro absoluto? Comente!

Ler matéria completa Read more
There are 8 comments for this article
  1. Frances Augusto at 2:17 pm

    Rodolfo é o terror da Alliance, venceu quase todos os seu atletas de ponta! Na boa bernardo, o Rodolfo com (2 kg já fica dificil pra vc, imagina ele com quase 100kg, lutando no super. Como vc mesmo subiu pro super, terá que descer pro pesado novamente, senão nem peso e absoluto vc leva!

  2. Frances Augusto at 2:18 pm

    Rodolfo é o terror da Alliance, venceu quase todos os seu atletas de ponta! Na boa Bernardo, o Rodolfo com 92 kg já fica dificil pra vc, imagina ele com quase 100kg, lutando no super. Como vc mesmo subiu pro super, terá que descer pro pesado novamente, senão nem peso e absoluto vc leva!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *