Braga Neto aponta Xande Ribeiro e Rodolfo como favoritos à Copa Pódio

Share it
Braga Neto é uma das feras no GP dos Pesados da Copa Pódio.. Foto: Dan Rod.

Braga Neto é uma das feras no GP dos Pesados da Copa Pódio.. Foto: Dan Rod.

Recuperado de uma lesão no joelho, o faixa-preta Antonio Braga Neto (Gordo JJ) está com os treinos a todo vapor na academia de seu professor, no Rio de Janeiro, para tentar surpreender os favoritos na Copa Pódio.

Para Braga Neto, há outros lutadores com mais ritmo para vencer o GP dos Pesados, no dia 13 de janeiro, mas ele tem um diferencial interessante.

“O bom é que não tenho jogo definido. Gosto é de finalizar, por baixo ou por cima. Gosto de sentir os três tapinhas”, disse ele, em papo com o GRACIEMAG.com.

GRACIEMAG: Seu grupo tem Lucio Lagarto, Bruno Bastos, Alexandre Souza e o faixa-marrom João Gabriel. Alguém te preocupa mais?

BRAGA NETO: Rapaz, acho que todos têm condições de ganhar. O meu grupo está forte mesmo. No meu ponto de vista, o Lucio Lagarto e o Alexandre Souza são os favoritos para avançar para a próxima fase.

E quem você vê forte na disputa para levar o caneco do GP dos Pesados?

Os nomes mais fortes para mim ficaram no outro grupo: Xande Ribeiro e Rodolfo Vieira.

Como está o joelho?

Pois é, venho de uma cirurgia no joelho, fiquei me recuperando em Porto Velho, Rondônia. Lá fiz minha fisioterapia e fortalecimento na Companhia do Movimento. Meus treinos começaram há cerca de um mês, já estou no Rio treinando com o meu professor Roberto Gordo. Estou treinando bem, estou me preparando para todas as situações, para passar ou fazer guarda. Venho de um período difícil de lesão, então voltar logo no GP dos Pesados, um evento que valoriza os craques do Jiu-Jitsu, é ótimo. Então todos podem esperar um Braga Neto dando o seu melhor.

Seus oponentes têm estilos bem diferentes. Como você treina para anular o jogo deles?

Para mim é simples lutar com qualquer pessoa, pois eu não tenho um jogo fixo – eu busco sempre a finalização, não importa de que jeito. Gosto de sentir os três tapinhas!

O que muda num combate com duração de seis minutos?

Acho que a estratégia e a explosão são as principais ferramentas, os aspectos que ajudam bastante nessas regras. É preciso também ficar atento para não perder posição, isso será o grande diferencial.

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article

Deixe um comentário para Ralph Pereira Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.