Lenda do UFC, Dan Severn se aposenta com 101 vitórias

Share it

Royce Gracie e Daniel Severn na épica batalha do UFC 4, em 1994. Foto: Susumu Nagao.

Na ativa desde que o MMA ainda chamava vale-tudo, Dan Severn anunciou sua aposentadoria ontem.

Aos 54 anos, a “Besta”, como ficou conhecido nos primórdios do UFC, sai de cena sem realizar três desejos: as revanches contra Royce Gracie, Ken Shamrock e Mark Coleman.

“Eu estava tentando fazer minha própria turnê de aposentadoria nos últimos dois anos, contra três pessoas: Mark Coleman, Ken Shamrock e Royce Gracie”, escreveu o wrestler peso pesado em no seu site. “Falei com dois deles (Mark e Ken), e com um representante de Royce. Estes combates não vão acontecer, portanto minha vida agora segue para o próximo capítulo”, completou.

Severn acrescentou que vai continuar envolvido com o MMA, trabalhando com várias empresas para apoiar a indústria nas funções de comentarista, embaixador e fazendo aparições em eventos.

“Minhas oficinas e seminários de MMA vão continuar”, escreveu o veterano. “Me divirto muito com as aulas e quero desfrutar dessa interação com os jovens competidores”.

Severn surgiu para o mundo do vale-tudo no UFC 4, em 1994, quando encarou Anthony Macias na primeira rodada do torneio. Em seguida ele enfrentou Marcus Bossett pelas semifinais, e nas duas lutas encerrou os duelos com um bonito mata-leão.

Na final, Daniel teve Royce Gracie pela frente. A épica batalha durou 16 minutos, e Royce Gracie finalizou Severn com um triângulo – em luta tão longa que expirou o tempo do pay-per-view e os telespectadores não viram o fim.

Dono de um coração gigante, Dan Severn pendura as luvas com um cartel de 101 vitórias e 19 derrotas. Obrigado, Dan.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *