As frases mais impactantes de 2012, no mundo do MMA e do Jiu-Jitsu

Share it
Anderson Silva castiga Chael Sonnen em julho no UFC Foto Josh Hedges
Antes do arremate final, com elegância, Anderson castigou Sonnen no UFC, em julho. Foto: Josh Hedges/Zuffa via Getty Images

 

“Nem pensei, só executei, e Deus me iluminou”

Edson Barboza, sobre o nocaute de cinema em Terry Etim no UFC 142 (janeiro)

 

“Quando ele (Bochecha) me derrubou, pensei que eu ainda estava na frente no placar ou ao menos empatado. Na hora que peguei o braço dele, nem me preocupei em raspar, pois o golpe estava encaixadíssimo. Mas não tive força para fazê-lo bater. Meu mestre Julio Cesar já me deu a maior bronca por eu ter buscado apenas a finalização e não ter valorizado os pontos”

Rodolfo Vieira, após luta eletrizante no Mundial de Jiu-Jitsu 2012 (junho)

 

“Ele disse que está pronto para me finalizar. Peraí, né… Acho que ele (Cezar Mutante) não vai querer ir pro chão comigo. É mais fácil ele me engravidar do que me finalizar”

Serginho Moraes, antes do UFC em Belo Horizonte (junho)

 

“Chael, muto obrigado pela luta. Se você quiser comer um churrasco lá em casa eu te convido, e minha mulher cozinha para gente”

Anderson Silva, mostrando ser também faixa-preta em elegância (julho)

 

“Eu sinceramente acredito que estou pronto. Estou preparado e vou caçar Anderson Silva quando eu tiver minha chance pelo cinturão”

Chris Weidman (julho)

 

“Na verdade, é o oposto para as mulheres. Se você faz sexo antes da luta, é bom, pois eleva nossa testosterona. Estou sem namorado agora, mas meu Twitter deve estar bombando depois dessa (risos). Não sei a ciência exata em relação a isso, é só algo que já escutei antes. Ao menos ajuda a lutar confiante, acho eu”

Ronda Rousey (agosto)

 

Ronda Rousey com seu cinturao do UFC Foto Josh Hedges

A musa Ronda Rousey com o cinturão do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa via Getty Images

 

“Hoje vejo faixas-azuis e roxas com a visão de que Jiu-Jitsu é pegar na manga e tentar raspadinhas. Isso é ruim para o esporte, mas o que se pode fazer? Ninguém pode controlar isso”

Kron Gracie (setembro)

 

“Compre um bom carro. Não é uma boa ideia dirigir motos. Mas eles vão me escutar? Talvez José Aldo agora vá, já que foi afetado por isso. E podia ter sido pior, ele podia ter quebrado uma perna”

Dana White, em conselho ao acidentado campeão José Aldo (setembro)

 

“Quando ouvi seu braço estalar, deixei escapar um pouco e foi quando ele (Jon Jones) saiu do golpe. Eu errei”

Vitor Belfort (setembro)

 

“Vitor me deu trabalho e me obrigou a repensar meus treinamentos. Percebi que há espaço para eu melhorar muito. Hoje treino tão duro na minha parte de wrestling e na minha trocação, mas preciso abraçar mais o Jiu-Jitsu. É uma questão de executar o que eu prego: ser um artista de MMA verdadeiro, treinar todas as artes marciais. Tenho de admitir que eu não pratico meu Jiu-Jitsu todos os dias”

Jon Jones (setembro)

 

“Esse lance de vaias para mim tem a ver com o álcool entre os torcedores. No Japão, por exemplo, ninguém está ali bebendo durante a luta. Eles estão sentados, admirando a luta e os atletas que sacrificam seus corpos para oferecer entretenimento. Os fãs americanos não, estão bêbados, agressivos. Não vamos conseguir agradar a todos”

Demetrious Johnson, após se tornar campeão dos moscas em luta vaiada, no UFC 152 (setembro)

 

“Acabei de dar um texugo no velho estilo, faz tempo desde o último que dei. Foram dois socos nos olhos do ladrão, ele vai acordar igual um guaxinim”

Renzo Gracie, ao narrar em tempo real no Twitter sua reação a um assalto, em Nova York (setembro)

 

“O Jiu-Jitsu não funciona. Se você conhece um pouquinho de Jiu-Jitsu e sabe como é, não funciona contra você. Se nunca ouviu falar e não tem ideia do que o cara vai tentar, OK, funciona, como nos primeiros UFCs. É uma arapuca, basicamente. Se você sabe como a coisa funciona, você só cai se for um completo idiota”

Dave Herman, antes de ser finalizado por Minotauro e soar como um “completo…”, deixa para lá (setembro)

 

“Jiu-Jitsu! Jiu-Jitsu!”

Demian Maia, regendo o coro numa HSBC Arena lotada, após finalizar Rick Story, no UFC Rio

 

“Já sou tiozinho para ficar levando pancada na cabeça”

Anderson Silva, reiterando a vontade de parar, daqui a uns 4 anos (outubro)

 

“A ideia do Jiu-Jitsu é fazer o seu oponente desistir do combate, finalizá-lo. Odeio lutar contra esses atletas que entram para ganhar na vantagem, ou seguram uma posição somente para raspar no final. Isso deixa o Jiu-Jitsu feio”

Marcus Bochecha (novembro)

 

Rodolfo Vieira, durante o Pan 2011. Foto: GRACIEMAG.

O campeão mundial de Jiu-Jitsu Rodolfo Vieira. Foto: Arquivos GRACIEMAG

 

 

“O pessoal fica me perguntando quando vou parar, então fica o desafio: quando alguém passar minha guarda, eu paro”

Xande Ribeiro (novembro)

 

“E com o Wanderlei Silva de treinador do meu time? Olha, posso até não ganhar o reality show, mas este será o ‘TUF’ mais engraçado da história”

Fabricio Werdum, anunciado como oponente de Minotauro no TUF Brasil, para 2013 (novembro)

 

“Você tirou um palito da boca ali no fim da luta?”

Joe Rogan, para o insano campeão dos leves Ben Henderson, logo após Henderson vs Nate Diaz (dezembro)

 

“Ben Henderson, assisti com atenção à sua luta contra Nate Diaz. Vou tentar usar algumas das coisas que você fez na minha luta (em março), para vencer Nick Diaz também. Vou tentar aplicar no meu plano de luta. Obrigado por mostrar a planta”

Georges St-Pierre (dezembro)

 

“Caras como eu e o Cain Velasquez fomos feitos na academia. Já pessoas como o outro cara (Overeem) foram fabricadas em laboratório”

Junior Cigano (dezembro)

 

Ler matéria completa Read more
There are 10 comments for this article
  1. Fabio Rico at 3:56 pm

    O KRON ESTÁ COMPLETAMENTE EQUIVOCADO COM ESSA DECLARAÇÃO, PRIMEIRO PQ ACREDITO QUE GANHAR AS MANGAS É MUITO IMPORTANTE E SEGUNDO PQ SE VC ASSISTIR AOS CAMPEONATOS DE JIU-JITSU VERÁ A MAIORIA DOS FAIXAS PRETAS USANDO ESSE RECURSO…
    SEGUE E DECLERAÇÃO DO KRON GRACIE:

    “Hoje vejo faixas-azuis e roxas com a visão de que Jiu-Jitsu é pegar na manga e tentar raspadinhas. Isso é ruim para o esporte, mas o que se pode fazer? Ninguém pode controlar isso”

    Kron Gracie (setembro)

  2. Fabio Rico at 3:58 pm

    O KRON ESTÁ COMPLETAMENTE EQUIVOCADO COM ESSA DECLARAÇÃO, PRIMEIRO PQ ACREDITO QUE GANHAR AS MANGAS É MUITO IMPORTANTE E SEGUNDO PQ SE VC ASSISTIR AOS CAMPEONATOS DE JIU-JITSU VERÁ A MAIORIA DOS FAIXAS PRETAS USANDO ESSE RECURSO E NÃO SÓ OS FAIXAS AZUIS E ROXAS…
    SEGUE E DECLERAÇÃO DO KRON GRACIE:

    “Hoje vejo faixas-azuis e roxas com a visão de que Jiu-Jitsu é pegar na manga e tentar raspadinhas. Isso é ruim para o esporte, mas o que se pode fazer? Ninguém pode controlar isso”

    Kron Gracie (setembro)

  3. Fabio Rico at 5:44 pm

    O KRON ESTÁ COMPLETAMENTE EQUIVOCADO COM ESSA DECLARAÇÃO, PRIMEIRO PQ ACREDITO QUE GANHAR AS MANGAS É MUITO IMPORTANTE E SEGUNDO PQ SE VC ASSISTIR AOS CAMPEONATOS DE JIU-JITSU VERÁ A MAIORIA DOS FAIXAS PRETAS USANDO ESSE RECURSO E NÃO SÓ OS FAIXAS AZUIS E ROXAS (É ESSENCIAL)…
    SEGUE E DECLARAÇÃO DO KRON GRACIE:

    “Hoje vejo faixas-azuis e roxas com a visão de que Jiu-Jitsu é pegar na manga e tentar raspadinhas. Isso é ruim para o esporte, mas o que se pode fazer? Ninguém pode controlar isso”

    Kron Gracie (setembro)

  4. PREDATOR - Jiu Jitsu at 11:41 pm

    O que o Kron Falou tem fundamento, sim! Ele não tá querendo dizer que ñ é bom pegar na manga, ele fala no sentido de que muitos estão perdendo o foco de buscar a finalização do seu oponente nas lutas e que isso tá vindo lá da formação dos lutadores. Logico que nem sempre dá para se ganhar só com a finalização, a pontuação também e uma vitória, mas ha um grande crescimento de competidores chamados "amarrão". Minha opinião é que na luta tem que ter a estrategia, o plano para determinado tipo de lutador que vai se enfrentar. Agora: "NO TATAME ENTRE FORTE E NÃO ALISA, VAI E FINALIZA!" rsrsrs! Vlw!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *