As frases da semana, no mundo do Jiu-Jitsu e do MMA

Share it
Roger Gracie treinando com Antonio Pezão

Roger Gracie treinando com Antonio Pezão, na Team Nogueira. Foto: Pedro Marques/Team Nogueira

 

“Hoje no Jiu-Jitsu não dá para viver apenas de premiação e patrocinadores. É preciso ter uma academia ou dar seminários, e por isso fica mais complicado ser um atleta profissional. A premiação da IBJJ Pro League foi uma boa iniciativa, e precisa ser apenas o começo”

Caio Terra

 

“Só de ter a chance de treinar com o Rodrigo, o Rogério e o Pezão já seria um grande prazer. Mas além deles, ainda há outros caras grandes para treinar, o que está sendo ótimo para mim. Se eu conseguir derrubar o Antonio Pezão no chão, por exemplo, estou bem demais para minha luta no Strikeforce”

Roger Gracie, feliz com os treinos no Team Nogueira, no Rio

 

“O Jiu-Jitsu para mim é como a vida: nele você aprende com os seus erros, como na vida”

Rousimar Toquinho

 

“Eu e o André Galvão temos o mesmo estilo de jogo, nós jogamos para frente. Qualquer um podia ter vencido”

Rominho Barral, após vitória contra André Galvão na final até 88kg na IBJJ Pro League

 

“O Gustafsson fez o jogo certo contra o Shogun, e conseguiu sobressair. Ele está bem perto de uma luta pelo cinturão”

Lyoto Machida, sobre a luta no UFC on Fox 5

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *