Lyoto Machida e Dan Henderson sabem o valor de um oponente duro

Share it
Lyoto Machida nocauteia e ganha chance de lutar pelo cinturão do UFC de novo

Lyoto vibra muito em sua última luta, contra Ryan Bader, no UFC on Fox. Foto: UFC

O lutador e professor de Jiu-Jitsu Renzo Gracie tem uma frase que, se Lyoto Machida e Dan Henderson não conhecem, deviam gravar.

Pois é praticamente o lema da carreira de ambos os supercraques do MMA, que devem fazer o evento coprincipal do próximo dia 23 de fevereiro, no UFC 157, em Anaheim, Califórnia – e não mais no UFC 156 do Super Bowl. Quem vencer, entra em inevitável rota de colisão com o campeão da categoria meio-pesado, Jon Jones. O evento ainda não tem luta principal, segundo o repórter Ariel Helwani, do MMAFighting.com.

Mas o que interessa é que o embate será em fevereiro de 2013. Como ensinou Renzo Gracie, em entrevista publicada faz tempo em GRACIEMAG:

“Não há melhor jeito de comprovar suas qualidades do que contra os melhores. Se um cara afirma que é o melhor do mundo, é para cima dele que você deve ir, e não em outra direção”, disse o Gracie.

É um lema, inclusive, que pode ecoar ainda na cabeça de GSP, ou de Anderson Silva, ou de Jon Jones, mas isso é outro papo.

Com Dan Henderson e Lyoto Machida, a lição sempre valeu. Hendo, desde os tempos do Pride, jamais recusou um oponente pedreira. Em sua última luta, há precisamente um ano, foi com tudo para cima de Mauricio Shogun, ficando com a vitória mesmo após terminar a luta montado e espancado, no UFC 139.

E o que falar de Lyoto, que topava qualquer luta ou desafio desde o início de sua carreira, claro, contanto que houvesse tempo para treinar. Quando o bicho-papão Sokoudjou surgiu, por exemplo, o empresário Jorge “Joinha” Guimarães o ligou no meio de sua lua-de-mel para oferecer a luta. Lyoto topou sem pedir para pensar.

E como se forja uma mente assim, como a de ambos? Bem, isso é o que a GRACIEMAG deste mês explora, nas bancas.

Rivais duros, Jiu-Jitsu afiado

Na GRACIEMAG deste mês, nas melhores bancas do país, marcamos um encontro de Bráulio Estima com André Galvão para uma conversa franca sobre rivalidade, medos e evolução. Se você quer saber como ter uma mente forte e um amor pelos desafios, como é o caso dessas feras todas, é melhor não perder.

Leia mais sobre a GRACIEMAG, aqui.

E relembre os rivais duros que ajudaram a consagrar Hendo e Machida. Você lembra de atletas do UFC com cards mais respeitáveis que os dois?

Vítimas de Dan Henderson:

* Rafael Feijão, Renato Babalu, Michael Bisping, Rich Franklin, Rousimar Toquinho, Wanderlei Silva, Murilo Ninja, Renzo Gracie, Rodrigo Minotauro, Carlos Newton e Allan Góes.

* (Perdeu para Anderson Silva, Jake Shields, Rampage, Wand, Ricardo Arona, Minotauro e Minotouro)

Vítimas de Lyoto Machida:

* Ryan Bader, Shogun, Tito Ortiz, Randy Couture, BJ Penn, Thiago Silva, Rich Franklin, Stephan Bonnar, Michael McDonald, Kazuhiro Nakamura e Rameau Sokoudjou.

* (Perdeu para Rampage, Shogun e Jon Jones)

 

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *