Uma análise do Jiu-Jitsu do campeão do UFC Georges St-Pierre

Share it
GSP coloca pressão para passar a guarda de Carlos Condit. Foto: Josh Hedges/UFC

GSP coloca pressão para passar a guarda de Carlos Condit no UFC 154 em Montreal. Foto: Josh Hedges/UFC

Os irmãos Ryron, Rener e Ralek Gracie costumam analisar de forma descontraída os erros e acertos dos principais combates do MMA mundial, lógico, observações focadas no Jiu-Jitsu. O canal dos professores no Youtube, o The Gracie Breakdown Channel, se debruçou no fim de semana sobre a luta mais badalada do UFC 154, entre os monstros Georges St-Pierre e Carlos Condit, vencida pelo canadense por decisão unânime dos jurados.

Como o faixa-preta da Gracie Barra treinado por John Danaher  passa a guarda com tamanho equilíbrio e eficácia? Como ele derruba tão bem? O segredo está no básico eficiente, conforme Rener e Ralek procuram reforçar.

“GSP parece prever tão bem os movimentos do oponente, que quando Condit disparava o chute, ele já havia encurtado a distância e agarrado para derrubar”, reparou Rener.

Para passar para a meia-guarda, Rener aponta que GSP gosta de usar o cotovelo e esticar a perna, para impedir que o oponente use o pé no quadril (6min50s).

Aos 20min, de quebra, Rener e Ralek mostram como Carlos Condit mirou um leglock da guarda e terminou atacando um triângulo no astro canadense.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. Pingback: Uma análise do Jiu-Jitsu do campeão do UFC Georges St-Pierre |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *