Pegar as costas não é só botar os ganchos

Share it

“As duas posições que sempre distinguiram o Jiu-Jitsu de outras artes marciais são a guarda e as costas”
Robert Drysdale

Este mês, GRACIEMAG decidiu atacar uma das principais falhas do Jiu-Jitsu: a falta de um controle das costas eficiente. Sabemos que nosso leitor quer e merece ter ganchos mortais e um abraço que não deixe o oponente escapar.

Para o artigo pegar o leitor pelo pescoço, convidamos o professor Robert Drysdale e o lutador do UFC Forrest Griffin para nos ensinar tudo o que sabem. São lições imperdíveis e posições passo-a-passo capazes de mudar seu estilo, seja você um apaixonado praticante de Jiu-Jitsu ou um lutador com ambição profissional.

Após aprender essas 6 posições de treino, com direito a um aquecimento eficiente, nenhum parceiro de treinos vai querer ficar de costas ou mesmo de quatro contra você. A gente garante!

Assine logo sua revista de Jiu-Jitsu favorita com desconto, clicando aqui.

A seguir, o que mais sua revista favorita traz de melhor:

O MILAGRE DA RIVALIDADE

“Ele me fez um lutador melhor, pelo medo que tenho de perder para ele” Jeff Glover

Nossa equipe bateu um papo com arquirrivais que viram seu Jiu-Jitsu evoluir após aceitarem um dos mais sábios e amargos preceitos do Jiu-Jitsu: um rival que vença você é fundamental.

Batemos um papo com Bráulio Estima e André Galvão, oponentes na superluta principal do ADCC 2013, entre outros exemplos, para analisar como um obstáculo à altura na academia é o que você precisa para evoluir mais rápido e pegar a próxima faixa. “Graças a Deus o Bráulio me pegou naquele triângulo invertido”, surpreende André. Confira este artigo, com um enfoque inédito, e vá treinar muito mais esperto.

O INOVADOR METAMORIS PRO

Quentinho após seu sucesso em San Diego, o Metamoris Pro chega ao leitor cheio de informação de bastidores, polêmicas e provocações. Veja o que Marcus Bochecha e Roger Gracie, Ryron Gracie e André Galvão, Kron e Otavio Sousa, aprenderam após o torneio onde o placar de pontos fica no vestiário. “Ele foi muito técnico e saiu. Arrochei muito”, contou Bochecha, sobre o armlock em Roger.

RASPE O LUTADOR QUE PASSA EM PÉ

Este mês, o PLANO DE AULA traz Bruno Paulista (Ralph Gracie) com raspagens sensacionais baseadas em boas pegadas, movimentações de quadris e quebra de postura na hora certa. Imperdível para você que é guardeiro e especialmente para você que só gosta de jogar por cima, e se perde por baixo. Seus problemas decididamente acabaram.

ANDERSON SILVA vs JON JONES

Os dois lutadores deram o sinal verde, e Dana White promete desembolsar o que for para realizar o tira-teima dos dois melhores do mundo, a partir do ano que vem. O que você espera da luta, fiel leitor? Será mesmo o combate do século? A luta dos sonhos? A Revista NOCAUTE destrinchou a questão num debate divertido e curioso.

MUNDIAL MASTERS & SÊNIORS

Na Califórnia, o primeiro Mundial de veteranos trouxe de volta à ativa muitos professores e cascas-grossas que ajudaram a escrever a história do esporte, como Xande Ribeiro. Veja quem mais se consagrou.

BATE-PRONTO

Confira o que o campeão master Vitor Shaolin nos ensina sobre seu retorno vitorioso às competições, o que mudou no Jiu-Jitsu de dez anos para cá, seus sonhos no MMA e muito mais.

A AMPLITUDE DO GOLPE

E a revista traz ainda: o chão e a amplitude do golpe; o novo e inédito Ranking do Jiu-Jitsu na divisão dos faixas-pretas; o melhor do Brasileiro de Jiu-Jitsu Sem Kimono; e uma série de exercícios simples para você evitar lesões e atingir o ápice nos treinos, a partir dos testes de nosso colunista Martin Rooney.

Quer assinar GRACIEMAG hoje mesmo? Confira os descontos e não perca tempo. Clique aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article
  1. Bp Alexandre Pereira at 10:30 am

    Como sempre a revista é muito boa, mas existe um porém: Que fique registrado para todos os leitores que segurança é fundamental em tudo, e as fotos de Ricardo Arona escalando sem nenhum equipamento de proteção além de ser reprovável é um péssimo exemplo, que ele e os editores da revista considerem que pessoas se miram em atletas e revistas conceituadas. Espero que uma matéria sobre segurança nos esportes venha fechar essa lacuna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *