Copa Pódio: João Gabriel diz o que aprendeu após três lutas com Rodolfo Vieira

Share it
João Gabriel Rocha, o atual campeão mundial absoluto na marrom. Foto: Dan Rod.

João Gabriel Rocha, o atual campeão mundial absoluto na marrom. Foto: Dan Rod/GRACIEMAG

Faixa-marrom campeão mundial absoluto, João Gabriel é o único faixa-marrom presente no GP dos Pesos Pesados da Copa Pódio, marcado para 13 de janeiro de 2013. O card está pegando fogo, com feras como Xande Ribeiro, Lucio Lagarto, Léo Nogueira e Rodolfo Vieira. Os oito lutadores serão dividios em dois grupos, verde e amarelo, para a fase classificatória do evento. O sorteio dos grupos será realizado em evento em Florianópolis, Santa Catarina, no dia 24 de novembro.

João Gabriel também está classificado para lutar em Abu Dhabi, no WPJJC de abril, após conseguir a passagem grátis em Natal, e por isso não quis saber de férias. O pupilo de Leandro Escobar, o Tatu, conversou com o GRACIEMAG.com como andam os treinos.

“Estou treinando forte. O camp está sendo montado pelo meu professor, o Tatu. O Augusto Tanquinho, que também vai participar da Copa Pódio, está vindo junto com o Rafael Formiga para treinar com a gente. Fora isso, estou treinando muito wrestling com meu irmão Pedro Rocha, e judô com o faixa-preta Juliano Leon”, conta ele.

Dos faixas-pretas escalados para o GP dos Pesados, Rodolfo Vieira é um dos que João Gabriel já encarou, e tirou muitas lições dos confrontos.

“Pouca gente sabe, mas já foram três combates meus contra Rodolfo Vieira. Lutamos em 2010 numa seletiva para Abu Dhabi, eu era faixa-roxa e ele já era faixa-preta, e ele me aliviou muito nessa luta (risos). As outras duas foram também numa seletiva, no ano passado. Da última vez, percebi que ainda precisava treinar muito para chegar ao nível dele, e ainda preciso. Por isso esta agora será uma boa oportunidade de me testar. Para mim, o Rodolfo é o número um do mundo e será uma honra lutar com ele novamente”.

E qual a atitude que um faixa-marrom precisa ter contra os faixas-pretas? Cautela ou cair para dentro?

“Respeito todos eles, mas vou para fazer meu trabalho. Venho treinando muito para estar preparado para tentar lutar no mesmo nível que eles”, diz João, cada vez mais maduro.

Cascudo na faixa-marrom, João vê com bons olhos a nova safra de talentos que está surgindo na sua divisão, como Keenan Cornelius, Jackson Sousa, Felipe Preguiça, Paulo Miyao, Wilbur Leonard, Rodrigo Aquiles e tantos outros.

“Os novos talentos que estão surgindo são muito bons. E cada vez estão ganhando mais visibilidade da mídia. Basta vermos nas competições como o WPJJC em Abu Dhabi, onde vários faixas-marrons já ganharam de faixas-pretas”, lembrou.

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article
    • Bosco Jr Bosquinho at 6:47 am

      Adriano sisti, mano vc nao tem como desenvolver um software que sorteie as chaves de lutas mano, ja comprei seu programa de placar digital, mas se vc tiver um programa que sorteie as chaves seria otimo, abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *