O joelho na barriga é para ser usado no MMA, como ensina Herbert Burns

Share it
Herbert Burns em ação, no Brasileiro sem Kimono Foto: Gustavo Aragão/GRACIEMAG.com

Herbert Burns em ação na final do Brasileiro sem Kimono. Foto: Gustavo Aragão/GRACIEMAG.com

Uma burocracia com o visto americano pode ter impedido uma grande luta no peso-pena do Mundial Sem Kimono, entre o campeão brasileiro sem kimono e o tetracampeão mundial, Rubens Cobrinha.

Mas Herbert Burns, 24 anos, está cada vez mais famigerado irmão de Gilbert Durinho, não quer desafiar ninguém. Ele quer apenas mostrar que tem Jiu-Jitsu também.

Foi o que começou a provar no evento de MMA Only FC, em março deste ano. Herbert fez uso de seu triângulo da montada para finalizar Saulo Eduardo. Para montar, no entanto, mostrou que o joelho na barriga é para ser usado.

Ler matéria completa Read more
There are 20 comments for this article
    • Glenda Magalhães at 12:27 pm

      ai num dava pra ser só uma simulação de porrada não… que violência sem sentido… Luta boa é aquela que tinha no final das aulas na minha escola… Quando tinha briga todo mundo fazia a rodinha pra assistir…

    • Glenda Magalhães at 2:17 pm

      MMA, boxe é a mesma coisa que colocar 2 galos pra brigar pra ver qual é o vencedor. Bando de animais… Agora os outros esportes como como Judô e Jiu Jitsu ainda fazem sentido, são artes marciais e tem seu valor. São técnicas de imobilização, defesa, ataque que realmente são uteis em algumas ocasiões.

    • Glenda Magalhães at 2:27 pm

      Faz sentido? O que o homem não faz por dinheiro, dá até a cara p bater. Podem adquirir lesões cerebrais irreversíveis com essas lutas e isso é esporte?

    • Ronald Nepomuceno at 2:35 pm

      Meu anjo, o boxe causa lesões cerebrais por causa de coágulos que se formam. O MMA não tem isso pq as luvas não protegem tanto fazendo com que a emorragia não se torne um coágulo. Não se questiona algo que outro gosta de fazer, simplesmente se aceita. Mas criticar sem conhecimento de causa deixa a situação difícil. se não gosta não olha. É igual a vcs quando saem pra comprar sapatos!!!!

    • Glenda Magalhães at 2:49 pm

      Mas quem disse que eu não aceito, eu aceito sim, respeito, admiro os golpes, mas não critico sem conhecimento. Apenas essa é minha opinião. Se vc acha que uma porrada sem proteção provocando uma hemorragia cerebral faz bem pro ser humano. Vai em frente! Quem sou eu pra criticar. Só depois não vai no hospital pedir pros médicos reverterem as maravilhas que vcs fazem um com outro. A e comprar sapato, é bom demais mesmo…Não tem esporte melhor que esse andar andar procurar acessórios, vestido que combinem, chegar em casa morta de cansaço e com ego e alto estima lá em cima kkkkkkkkkkkk … adoro…Piada agora as pessoas não podem mais nem ter liberdade de expressão… aff

    • Nino Bellieny at 12:39 pm

      Era violência do mesmo modo. No profissional o risco é calculado, tem árbitro é há toda uma assistência médica. Briga de escola, de rua, de clube, estas sim, são violência gratuita e perigosa.

  1. Mario Fernandes at 2:45 pm

    Analisando o jiu-jitsu apresentado fica cada vez mais evidente que sem um jj de alto nível a carreira no MMA é curta. Há outras lutas de chão: Judô, Sambô, Wrestling, luta livre, etc. todas excelentes mas o Jiu jitsu vem provando em competições de alto nível sem quimono que ainda é o padrão ouro quando se fala em luta de solo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *