Com UFC, Jiu-Jitsu ganha os holofotes na Globo, em dia de teste de reputações

Share it
Rodrigo Minotauro e Anderson Silva no octagon do UFC Rio. Foto: Inovafoto/UFC/Divulgação

Rodrigo Minotauro e Anderson Silva no octagon do UFC Rio. Foto: Inovafoto/UFC/Divulgação

O toró no Rio de Janeiro era prenúncio de tempo ruim no UFC 153, mas o show começou devagar. As lutas do card preliminar seguiam em marcha lenta, com desfechos previsíveis, e a imagem mais marcante para quem foi ao evento talvez tenha sido um torcedor na arquibancada de capa de chuva, tentando se esquivar das goteiras constrangedoras da HSBC Arena, que teve lotação esgotada.

O UFC começou assim, frio, nublado e com pancadas esparsas, mas o clima foi ficando cada vez melhor à medida que as lutas iam avançando. O evento parecia programado não apenas para divertir os 16.844 fãs presentes, mas também para testar algumas reputações.

Seria Minotauro o lutador de Jiu-Jitsu eficiente de outrora? Seria Anderson Silva capaz de derrubar o homem de queixo inexpugnável? Seria Erick Silva um candidato ao top 5 da categoria mesmo? Glover é mesmo o novo bicho-papão dos meio-pesados? Demian seria capaz de domar um oponente de mão pesada novamente? Francisco Massaranduba seria capaz de passar por um rival mais experiente? Do que o Jiu-Jitsu de Serginho Moraes era realmente capaz?

Alguns passaram no teste, outros nem tanto, como vocês viram.

No fim das contas, quem saiu feliz foi o praticante de Jiu-Jitsu, que há muito não abria o berro para gritar o famigerado brado de “Jiu-Jitsu! Jiu-Jitsu!”, entoado em coro por Demian, Minotauro e outros professores.

E o que foi melhor, a festa do Jiu-Jitsu foi televisionada pela Rede Globo para milhões de futuros praticantes, certamente doidos para aprender exatamente como seus ídolos entortam braços, pegam as costas e saem do octagon sem um arranhão.

Anderson Silva contra Stephan Bonnar no UFC Rio. Foto: inovafoto/UFC/Divulgação

Anderson Silva contra Stephan Bonnar no UFC Rio. Foto: inovafoto/UFC/Divulgação

Promoção no Twitter

No Twitter do @Graciemag_br, perguntamos que lutador iria aplicar a melhor finalização da noite, e com que golpe.

O acertador faturou uma assinatura semestral de GRACIEMAG, e foi o leitor @caiquexx, o primeiro a apostar na lógica e palpitar que seria Minotauro o vencedor.

Para relembrar todos os resultados do UFC Rio, clique aqui.

http://www.youtube.com/watch?v=696olzqbgZs

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article
  1. Andrews Iwamoto at 2:03 am

    eh duro a tatame da muita enfase para mma, axo que a graciemag não perde sua essência o jiu jitsu, e talvez a tatame deva mudar seu nome para octogono, mas as duas tem suas características, e são ótimas para quem sabe apreciar artigos escritos por cada um…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *