Anderson Silva enfático: “Lutar com Jon Jones está fora de cogitação”

Share it
Rodrigo Minotauro e Anderson Silva durante Coletiva Oficial do UFC Rio 3.

Rodrigo Minotauro e Anderson Silva vestido de Corinthians durante a coletiva do UFC Rio 3. Foto: Divulgação\UFC

A tradicional coletiva de imprensa antes da pesagem dos atletas ocorreu nessa quinta, no Rio. Sem o patrão Dana White de âncora, Rodrigo Minotauro, Anderson Silva, Glover Teixeira, Fabio Maldonado, Dave Herman e Stephan Bonnar foram as estrelas presentes.

O superastro Anderson Silva, protagonista da luta principal da noite contra Stephan Bonnar, precisou responder sobre outro rival. Perguntado sobre os rumos da carreira após o evento no Rio e uma possível luta contra Jon Jones, o campeão da categoria de cima, Anderson acabou com a alegria dos fãs com um balde de água fria.

“Tenho muitas possibilidades no UFC, mas lutar com Jon Jones está fora de cogitação”, disse, sereno, e ninguém se animou a perguntar mais nada sobre o assunto. Anderson, de fato, tem dito que se manter invicto na categoria até 84kg já é uma missão dura o suficiente. Quando perguntado sobre Jon Jones, diz que ele é uma missão para os colegas de time da categoria até 93kg: Rogério Minotouro, Rafael Feijão e Fabio Maldonado.

Sobre a luta de sábado, o Spider classificou como bom teste para suas habilidades de nocautear, afinal Bonnar não caiu nem diante de Jones nem Rashad Evans. Mas o brasileiro disse qual é sua única obrigação durante a luta, o que nos ensina sobre a importância de saber se defender também.

“Essa luta (contra Bonnar) é um bom teste para mim em pé, por ele jamais ter sido nocauteado antes. Mas minha única obrigação quando entro no octógono é voltar para casa inteiro”, simplificou.

Stephan Bonnar assumiu seu papel de azarão, mas disse acreditar na vitória: “Acho que estou num filme de ação. Sou o azarão, mas essa é minha chance. Tento me aproveitar das situações”.

Anderson lembrou ainda como recebeu o convite para atuar, em cima da hora, no UFC Rio, após a contusão de José Aldo. “Eu estava na academia ao lado do Minotauro. Falei para ele, se você topar eu topo!”, riu. “Na verdade, desde que a luta com Sonnen foi para Vegas, eu estava querendo lutar para os torcedores brasileiros, agora estou feliz por poder pagar rapidamente esta dívida”.

Na penúltima luta da noite, Rodrigo Nogueira fará sua primeira luta após operar o braço, machucado pela kimura de Frank Mir. O peso pesado baiano precisou desmarcar luta contra Cheick Kongo, pois sentiu dores no braço ao treinar. Minota se disse pronto para tudo na luta.

“Todo mundo acha que, já que sou especialista no Jiu-Jitsu, vou sempre tentar levar a luta para o chão, mas acho que a gente vai trocar. Estou pronto para lutar em pé, confio na minha trocação. Sei que usaremos muitos chutes e joelhos. Gosto de jogar com as mãos. Estou pronto para os dois”, disse ele, numa entrevista sem animosidades com o rival Dave Herman.

O adversário do baiano deixou claro que não vai se importar com a torcida contra: “Não presto atenção nos fãs. Eles podem ser barulhentos ou calados, vou ter um dia normal. Minotauro é uma lenda do MMA e top 10 do mundo. Mas quero vencer para subir no ranking”, elogiou Herman.

Diante da expectativa pela segunda temporada do “TUF Brasil”, Minota foi questionado sobre ser novamente um dos treinadores do reality show – ele que foi adversário de Frank Mir no “TUF” em 2009, nos EUA.

“Olha, eu gostaria que o Anderson fosse o técnico principal do TUF. Eu seria o treinador de Jiu-Jitsu do seu time, seria demais”, disse Rodrigo. Além de Anderson Silva, Lyoto Machida e Mauricio Shogun estão cotados como técnicos.

Fabio Maldonado e Glover Teixeira, que prometem uma batalha épica no UFC Rio, falaram sobre a luta em tom ameno.

“Estou na minha melhor forma física. O Glover vai lutar com o melhor Maldonado de todos os tempos. O Glover é isso tudo mesmo, um grande lutador, merece todo atenção, tem muito mais experiência do que eu. Mas ele não vai lutar com Jon Jones porque vou pará-lo antes”, disse Fabio, confiante após os treinos fortes no Team Nogueira.

“A luta começa em pé, então vamos ter que trocar um pouco. Vou fazer a minha luta e não dele” declarou Glover, elogiando os treinos com Machida.

E você, leitor, o que você espera do UFC 153 Rio? Qual será a melhor luta do evento? Há espaços para grandes zebras na sua visão? Quem vai encaixar a finalização da noite? Comente conosco!

UFC Rio 3
HSBC Arena, Rio, RJ
13 de outubro de 2012

Anderson Silva vs Stephan Bonnar
Rodrigo Minotauro vs Dave Herman
Glover Teixeira vs Fábio Maldonado
Jon Fitch vs Erick Silva
Wagner Caldeirão vs Phil Davis
Demian Maia vs Rick Story
Rony Jason vs Sam Sicilia
Gleison Tibau vs Francisco Massaranduba
Diego Brandão vs Joey Gambino
Serginho Moraes vs Renée Forte
Luiz Banha vs Chris Camozzi
Cristiano Marcello vs Reza Madadi

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. EspaçoLife JJ Mma at 4:32 pm

    Respeito…mas me pergunto…se Spider aceita lutar contra o Stephan Bonnar ate 93kg…pq nao pode enfrentar o "imbativel" Jon Jones ate 93 kg?????muito estranho tudo isso…luta é luta…e os dois são os melhores da atualidade…e com certeza o UFC pagaria muito bem aos dois…fala sério Spider…meio contraditório sua resposta…mesmo porque tu é "funcionário" do UFC..e o Jon Jones não é da sua equipe…rs…

Deixe um comentário para EspaçoLife JJ Mma Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.