Veja o estrangulamento de João Miyao na Seletiva de Natal para Abu Dhabi

Share it
Joao Miyao na faixa roxa na Seletiva para Abu Dhabi em Natal

João Miyao finalizou dois na faixa-roxa, na Seletiva para Abu Dhabi em Natal. Hoje ainda tem o absoluto roxa, chance para ele ir lutar nos Emirados com tudo pago. Foto: Junior Samurai/GRACIEMAG

No primeiro dia de disputas da Seletiva de Natal para o WPJJC de Abu Dhabi, em Natal, não faltou emoção nas áreas de luta montadas no ginásio Nélio Dias. Foram mais de 600 competidores inscritos.

Na faixa-preta adulto, só as meninas estiveram em ação, já que os homens estão lutando agora (acompanhe tudo pelo nosso Twitter).

No peso leve, Jessica Cristina (Gracie Miquinho) surpreendeu Luiza Monteiro e levou o ouro, enquanto Michelle Nicolini (CheckMat) venceu a categoria pena.

Entre os veteranos, Bruno Ramos (Gracie Barra) foi o melhor da divisão até 83kg marrom/preta master, enquanto o professor de Caio Magalhães, Guilherme Santos (Nova União) finalizou Eduardo Lima (Gracie Barra) com um estrangulamento para vencer a categoria até 92kg.

Na faixa-roxa, João Miyao (Cícero Costha) também usou o estrangulamento para despachar dois adversários e ficar com o ouro no peso-pluma. Já o carioca Matheus Guilherme (Gracie Humaitá) fez quatro lutas para vencer no peso leve. Já Rodrigo Mendes (Gracie Barra PE) foi o melhor do superpesado. Vale lembrar que ninguém está garantido ainda no torneio profissional dos Emirados: a vaga sai hoje, com os absolutos azul e roxa.

Veja João Miyao em ação na final da categoria pluma. Fique atento ao joelho na barriga e a investida no pescoço.

Hoje a competição segue com as disputas das 13 vagas para o evento principal, que rola em abril de 2013 nos Emirados Árabes. Classificam-se os vencedores das categorias de peso no masculino faixa-preta, os campeões absolutos das faixas coloridas e as vencedoras no aberto feminino leve (até 63kg) e pesado (acima de 63kg).

Quem vai embarcar para Abu Dhabi com tudo pago em 2013, amigo leitor?

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *