Lançou o livro da Dieta Gracie no Rio e foi comer uma pizza

Share it
Rorion com Gui e Pedro Valente (ao centro), autor do prefácio de "A Dieta Gracie", recém-lançado no Rio de Janeiro. Foto: Acervo Pessoal

Rorion com Gui e Pedro Valente (ao centro), autor do prefácio de “A Dieta Gracie”, recém-lançado no Rio de Janeiro. Foto: Acervo Pessoal

Se você sente que pode ter mais energia para a prática do Jiu-Jitsu ou mesmo para trabalhar e curtir a família, recomendamos que passe numa livraria no caminho do supermercado.

Comecei a ler “A Dieta Gracie – o segredo dos campeões” (17 reais), o livro de Rorion Gracie em homenagem ao tio Carlos, na fila da noite de lançamento, na última quinta-feira, numa livraria do shopping Rio Sul.

Foi um típico evento dos Gracie, com pelo menos uma dezena de membros da família, boas histórias e conversas informais sobre saúde e Jiu-Jitsu. Entre um autógrafo e fotografias, Rorion respondia às perguntas de sempre sobre o UFC, UFC, UFC. “Por que a grade de oito lados?” “Você ainda vê o UFC?” “Se arrepende de ter vendido o UFC?”.

O criador do evento não deixava ninguém sem uma boa resposta, com a mesma destreza e paciência de quem descasca 18 laranjas toda semana para o café da manhã.

Enquanto minha vez não chegava, comecei a saborear as lições publicadas por Rorion após décadas de convívio com Carlos e o pai Helio, os dois grandes mestres que não faziam concessões ao comer.

Talvez o maior tesouro do livro seja o planejamento para os 14 dias iniciais da dieta, com pratos de dar água na boca (Um deles: salada, salmão com alecrim e creme de espinafre). Ou talvez as 17 receitas detalhadas, que vão do sanduíche de abacate à surpreendente carne assada Gracie.

Há, contudo, muitos outros incentivos para quem busca uma alimentação que evite contusões e doenças e proporcione mais energia e saúde – e não apenas para emagrecer e ficar esbelto aos olhos do espelho:

“Quando você entra no supermercado, é como se entrasse num ringue – seu inimigo interno está lá, esperando-o. Esse adversário tem um repertório cheio de chutes, socos e golpes baixos, e está pronto para usá-los contra você. (…) Ele tem um cruzado de direita chamado ‘Só um pacotinho de biscoitos pode acabar com essa agonia’”.

“A indústria alimentícia não está interessada na sua saúde. E a farmacêutica torce para que você fique doente.”

“Fase 1 da Dieta Gracie: mantenha um espaço de quatro horas e meia entre as refeições. (…) Pare com os lanchinhos e tome somente água ou água de coco entre as refeições.”

“O exemplo não é apenas a melhor forma de educar seus filhos – é a única!”

Ao fim de 175 páginas suaves como uma boa digestão de frutas, a obra convence que vale o desafio. Mesmo porque, não há praticamente censura. O negócio é combinar os pratos com inteligência, sem misturar nenhum “amido” (batata OU arroz OU feijão, massa OU batata, pãozinho OU arroz etc).

A única censura é feita a refrigerantes, frituras, sobremesas (depois da refeição, nem doces nem frutas), vinagre e carne de porco. “Inicialmente isso se dava porque antigamente a carne de porco tinha o vírus da lepra. Eu continuo a tradição”, esclareceu Rorion, depois que chegou a minha vez.

“O importante não é o que se come, mas como se mistura os alimentos a cada refeição. O importante é comer não porque algo é simplesmente gostoso, mas aprender a gostar do que é bom para a sua saúde”, reforçou o Gracie de 60 anos, que aparenta ter dez a menos no mínimo.

(A energia de Rorion é tamanha que, três dias depois, o professor radicado em Torrance, na Califa, estaria em São Paulo para um grande jantar de lançamento para o livro. No cardápio? Sopa de milho, salada verde com azeite e sal e empada de palmito, risoto de brócolis e salmão grelhado. Sem sobremesa, mas quem reclamou depois de comer tudo isso?)

No Rio, depois de cerca de quatro horas assinando livros, o autor, cheio de fome, saiu e foi comer uma pizza – sempre com ingredientes bem combinados de acordo com a Dieta Gracie. Ou você não sabia que queijo e massa italiana também casam bem para os Gracie?

* Desconfia dos resultados? Visite o Facebook da Dieta Gracie e veja os depoimentos e fotos de seguidores satisfeitos, que aumentam a cada dia.

Ler matéria completa Read more
There are 11 comments for this article
  1. Augustomma at 2:23 pm

    Tudo que os Gracies defendem sobre dieta e alimentação eu tive a comprovação em uma série de palestras com os maiores cérebros do assunto,como são visionários e eu agora levo mais a sério a alimentação,valeu mestres Carlos,Hélio e seus filhos!

  2. Vinicius at 9:05 am

    A dieta Gracie é muito semelhante a dieta desenvolvida por Manuel Lezaeta Acharan….no livro Medicina Natural ao Alcance de Todos…vale a pena ler esta obra..até acredito que Carlos estudou este autor…

  3. Eduardomichelonlaskoski at 10:47 am

    Qualquer universidade que ensine nutriçao tem estudantes que estudam tal CIENCIA.Em tais lugares a dieta gracie é uma piada.Muito bacana a idéia de usar alimentos frescos,naturais mas tem muito misiticismo e marketing no meio.

  4. masmurlock at 12:42 pm

    Parabéns a família Gracie! Quem sabe sobre Dietoterapia, Dietética, Nutrição, quem é da área de saúde sabe que a Dieta Gracie esta de acordo em qualidade de vida!

  5. Felipe Amorim at 10:38 am

    eu indico a todos participantes desse espaço que entrem para o grupo alimentação gracie no facebook, inclusive, essa tese de que essa dieta não teria sido criada por mestre Carlos Gracie, mas copiada e aperfeiçoada através de estudo do médico argentino Juan Esteves Dulin, que na década de 40 escreveu o livro alimentação racional humana que teria as tabelas alimentares, esse fato foi debatido intensamente lá no facebook, e chegamos a conclusão que mestre Carlos Gracie realmente criou a DG, estudando bastante as composições químicas de cada elemento, eu vou falar por mim: comprei o livro, indico a todos, é uma forma de alimentação genial, tanto que você poderia comer tranquilamente quase 1kg de comida sob as regras DG que daria a impressão de que você comeu uma folha de alface e tomou um copo de água, tal é a facilidade do processo digestivo, mas enfim, o debate é saudável e salutar, até mesmo para tirar dúvidas de alguns, mas seria excelente se o próprio mestre Rorion viesse aqui mesmo nesse espaço esclarecer esses pontos. forte abraço a todos.

  6. Marquinhus Silva at 11:14 pm

    BOM QUERO DIZER QUE REALMENTE FUNCIONA PARA MUITAS COISAS NÃO SOU ADEPTO RELIGIOSO MAS FAÇO, NÃO SOU POR QUE DE VEZ ENUANDO COMO CHOCOLATE QUE É COMBINAÇÃO DE GORDURA E AÇUCAR MAS EU TINHA GASTRITE E ME CUROU OU MELHOR NÃO APARECEU MAIS FAZENDO ESSA EDUCAÇÃO ALIMENTAR MINHA GASTITE ERA QUASE UMA ULCERA. AI FICA A DICA VALEUUU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *