Vídeo: Jiu-Jitsu e finalização na 50/50, com o campeão absoluto do SP Open

Share it

O faixa-preta Renato Cardoso no alto do pódio em São Paulo. Foto: Arquivo pessoal

O grande nome do São Paulo Internacional Open, que rolou nesse fim de semana no ginásio Poliesportivo José Corrêa, em Barueri, foi Renato Cardoso. O pupilo de Rodrigo Cavaca botou o terror nas áreas de luta, finalizando todos os combates para faturar a categoria meio-pesado e o absoluto faixa-preta. “Foi um campeonato importante, pela primeira vez uma competição da CBJJ é realizada no estado de São Paulo. Lutei na categoria meio-pesado e absoluto, junto com meu parceiro de equipe Bruno Matias do Rio de Janeiro”, disse ao GRACIEMAG.

“Treinei bastante todos os dias, com treinos de Jiu-Jitsu duas vezes ao dia, mais preparação física e musculação. Fiz cinco lutas no total, duas na categoria e três no absoluto, finalizando todas as lutas e sempre jogando para frente em busca da finalização, dando tudo de mim”, completou ele, que é faixa-preta há poucos meses.

O paulistano radicado em Santos detalhou sua campanha no torneio da CBJJ:

“Foram cinco lutas e cinco finalizações – na primeira peguei no triângulo com armlock; na segunda usei a minha posição mais forte, a botinha da 50/50. No absoluto finalizei a primeira de triângulo, a segunda da 50/50 na chave de pé reta e a final do absoluto do mesmo jeito. Esta chave de pé na verdade é o carro-chefe da nossa academia”, contou o lutador, que deixou a dica para o leitor atacar na 50/50.

“Primeiramente você tem de colocar na guarda 50/50, envolver o pé até a metade do antebraço, e fazer a pegada mão com mão, virando no sentido contrário, como se fosse dar as costas para o adversário, e executar a finalização”, ensinou Renato, que também aprendeu na competição.

“Aprendi muito, claro. Aprendi que tenho de entrar para lutar confiante no meu jogo, independente do adversário”, disse Renato, que já mira outro alvo. “Agora é focar e ir com tudo para o próximo objetivo que é garantir minha vaga na seletiva do Abu Dhabi Pro em Natal”.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *