Treinador garante: “Renan Barão ainda tem muito Jiu-Jitsu a mostrar no UFC”

Share it

Rena Barão ataca as costas de Brad Pickett, no UFC 138. Foto: UFC/Divulgação.

O potiguar Renan Barão conquistou o cinturão interino dos galos em julho, na luta principal do UFC 149. Para se tornar campeão, o faixa-preta de Jiu-Jitsu da Nova União esbanjou, contra o americano Urijah Faber, nos chutes baixos, joelhadas frontais e boas combinações de socos. Aliás, bem ao estilo do companheiro José Aldo, outro que venceu o “California Kid” sem precisar jogar no chão.

Mas e o Jiu-Jitsu do atleta revelado pela academia Kimura, do Rio Grande do Norte? Do que Renan Barão é capaz de mostrar no solo?

Para saber mais sobre um dos ingredientes principais do jogo de Barão, conversamos com Jair Lourenço, professor de Jiu-Jitsu e um dos treinadores da fera.

Mesmo campeão do UFC, o Renan Barão ainda não mostrou todo seu potencial no chão, concorda?

Certamente não mostrou. Acredito que o Barão ainda tem muito a mostrar no jogo de chão. Mas é aquilo: na hora em que for preciso, ele vai mostrar, podem ter certeza. O jogo de chão é a parte que o Barão mais treina. E vale lembrar que o Jiu-Jitsu e o submission são as modalidades em que ele mais competiu até hoje, mais do boxe e kickboxing. Para dar uma ideia, Renan treina Jiu-Jitsu praticamente todos os dias, ele é um especialista em pegar ás costas e em não perder posições no chão.

http://www.youtube.com/watch?v=wjtwrOIQwlA

Renan está com 31 lutas de MMA, com 29 vitórias e apenas uma derrota, logo na estreia no MMA. Em que luta ele mostrou seu melhor Jiu-Jitsu, na sua opinião?

No circuito internacional, acho que foi em sua estreia no WEC, em 2010, contra Anthony Leone. Em certo momento que ele ficou por baixo, ele executou uma boa raspagem de gancho. Quando ficou por cima, fez uma bela transição para o armlock que decidiu a luta. Mas ele também obteve uma boa finalização em sua segunda apresentação no WEC, ao vencer Chris Cariaso com um mata-leão.

Como foram os resultados dele no Jiu-Jitsu, “antes da fama”?

Ele lutava muito de pluma ou de pena, e mesmo tão leve em algumas competições ele vencia peso e absoluto. O que poucos sabem é que, mesmo já no WEC, praticamente contratado pelo UFC, ele fez questão de lutar de kimono o Estadual de Jiu-Jitsu de 2010. Ele fez a final do peso-pena marrom contra um atleta muito duro lá de Mossoró, o Izaías, que em 2009 vencera vários campeonatos. Mesmo no ano passado o Barão caiu dentro de novo, e foi campeão da copa Kimura ZN de Jiu-Jitsu.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *