Vídeo: O que seu filho ganha ao praticar Jiu-Jitsu? Pais comentam

Share it
Sul Jiu Jitsu

Treino na equipe Sul Jiu-Jitsu: um esporte para todas as idades, mas vital para os guris. Foto: Divulgação

O que o Jiu-Jitsu pode fazer pelos seus filhos?

Pode fornecer altas doses de respeito, disciplina, autoconfiança, flexibilidade, amizades e força. Ou, em uma palavra, só, saúde – saúde física e mental para encarar esse mundo difícil.

Veja este vídeo, produzido pela equipe Sul Jiu-Jitsu, ouça alguns pais satisfeitos, e procure a escola de Jiu-Jitsu mais próxima de seu bairro.

Dê uma chance ao esporte, mas especialmente dê mais chances ao seu filho.

Ler matéria completa Read more
There are 10 comments for this article
  1. Martin Rojas at 9:41 pm

    Treino na Sul Jiujitsu de Poa , tenho formacao em psicologia e gestao empresarial ,sou pai de um menino de 13 anos e confio totalmente meu filho aos professores e mestres de la ! Recomendo ! Vejam meu depoimento no video ! Osss! Martin Rojas .46 anos

  2. Beto Aymar at 5:31 pm

    Treino jiu-jitsu a 16 anos, sou empresário e pai de dois garotos de um ano e seis meses (gemeos), quero que meus filhos vivenciem o jiu-jitsu como eu vivencio, quero que eles treinem e sigam a filosofia dessa arte suave que tanto amo, kimonos eles já tem… Agora só depende deles.

  3. Marcelo Freire at 5:19 pm

    Mas quem sempre treina não acaba querendo por em prática e termina
    por se tornar uma pessoa agressiva que quer resolver tudo na força?
    Não fica a capacidade de dialogar diminuída diante da imensa superioridade
    que possui diante de um leigo?
    Não tenho boa impressão das artes marciais, quando novo vi muitos do
    Jiu Jitsu, pitboys, agredindo só por maldade.
    Sei que os mestres não ensinam isso mas a natureza da pessoas é de
    querer se impor e aí quem treina leva vantagem e fica marrento. A gente
    lê muita notícia de Jiu Jiteiros agredindo pessoas comuns. Prefiro meus filhos no surf ou futebol.

      • Marcelo Freire at 3:22 pm

        Obrigado pela resposta.
        Tomara que seja como o senhor falou, eu não tenha vivência neste ambiente de luta e não tenho boa impressão mas certamente devo estar errado. Quando eu era jovem vi muita agressão praticada gratuitamente por praticantes do Jiu Jitsu. É verdade que hoje em dia é raro ouvir este tipo de notícia. Quando novo se eu passasse por um cara de kimono ou bermudas ou camisetas do jiu jitsu já ficava receoso e apreensivo.
        Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *