Canal Combate: uma década de MMA na telinha

Share it

Minotauro e Bob Sapp, clássica luta dos tempos do Pride / Foto: Susumu Nagao.

O Combate entrava definitivamente no ar às 22h do dia 9 de agosto de 2002 entre os canais produzidos pela Globosat. Nasceu do Premiere Esportes, criado em 2000, que já exibia VTs de eventos como UFC, Pride, WEF e Meca, além de jogos de futebol. Primeiro canal do mundo com programação de 24h voltadas ao mundo das lutas, em dez anos de história se tornou a maior referência na TV brasileira quando se pensa em artes marciais.

“Neste tempo, mais pessoas passaram a conhecer e a entender o MMA como esporte e a ter os nossos campeões como ídolos, assim como ocorre com os jogadores de futebol, artistas e outras grandes personalidades brasileiras. Hoje o MMA é debatido na praia, nos bares, em qualquer lugar, por pessoas de todas as idades e sexo. A modalidade é admirada, entendida não apenas como um esporte, mas como uma opção de entretenimento. Os produtos em torno disso estão valorizados e o Combate passa a estar na crista da onda”, comenta Pedro Garcia, diretor geral dos canais Combate e Premiere.

O Combate hoje transmite, ao vivo, todas as edições do Ultimate Fighting Championship (UFC), a maior organização de MMA do mundo. No final de 2012, terá transmitido o total de 32 eventos do Ultimate. Além do UFC, também traz as emoções dos maiores eventos nacionais, que revelam os futuros astros do MMA. Organizações como Jungle Fight, Shooto, WOCS, Bitetti Combat e Max Fight, entre outras, estão em evidência. Nesta temporada, um total de 35 eventos nacionais terão sido transmitidos ao vivo.

 

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.