Otávio Sousa vai enfrentar Felipe Preguiça da GB “com naturalidade”

Share it
Otávio Sousa jogando por cima no Jiu-Jitsu. Foto: John Cooper.

Dono de uma afiada meia-guarda, Otávio Sousa também joga por cima no Jiu-Jitsu. Foto: John Cooper.

A Copa Pódio de Jiu-Jitsu rola a partir das 18h de sábado, no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, e o cardápio oferece um suculento GP dos Pesos Médios, além de duas superlutas.

No GP, um dos favoritos é Otávio Sousa, o pupilo de Zé Radiola que, este ano, faturou pela primeira vez a medalha de ouro no Mundial da Califórnia, em junho.

O faixa-preta da Gracie Barra fez sua preparação no QG da equipe em Irvine, na Califa, e chegou ao Brasil especialmente para o torneio. Determinado a vencer, o boa-praça Otávio falou sobre o encontro precoce com o parceiro de time Felipe “Preguiça” Pena, o mineiro aluno de Rominho Barral.

“O Felipe Preguiça é um grande atleta, dono de um Jiu-Jitsu que eu admiro, e ele vem provando que é bom de verdade. A Copa Pódio criou um evento onde todos os participantes se enfrentam, é um evento maneiríssimo. Por acaso, após o sorteio ele e eu ficamos do mesmo lado da chave. Nós dois lutamos defendendo a mesma bandeira, porém não treinamos juntos, então estou encarando isso com a maior naturalidade. Somos atletas profissionais, vivemos disso e será apenas uma luta como outra qualquer. Acredito que ele está encarando isso da mesma forma. E o GP tem tudo para ser um show, até mesmo por lutas assim”, disse Otávio.

O pernambucano não conseguiu apontar nenhum oponente como a pedra em seu caminho. E explica por quê:

“É difícil citar um nome e apontar qual dos nove será o meu maior desafio, afinal em se tratando de luta tudo pode acontecer. Além disso, só tem pedreira! Procuro não focar em apenas um adversário, cada luta para mim será como se fosse uma final, e vou dar o meu melhor brigando até o último segundo. Estou determinado a sair vitorioso na noite do evento, porém o que vai acontecer só Deus sabe”, explicou ele, que não se furtou a analisar o outro campeão mundial faixa-preta no páreo, o paulista Leandrinho Lo, que subiu dos leves para os médios apenas para o GP.

“O Leandro é outro talento, por quem tenho o maior respeito. Não será nada fácil lutar contra aquela guarda dele, mas minha estratégia vocês só vão saber no dia 21. Ainda tenho que pensar direitinho e bolar uma estratégia para não cometer nenhuma falha. Aos leitores, peço que não percam esse evento por nada, pois o GP dos Médios promete!”

O GP conta com dez lutadores, divididos em dois grupos de cinco. No verde estão Nivaldo Oliveira, Davi Ramos, André Bastos, Diogo Almeida e Thiago Barata. No amarelo estão Otávio, Leandro Lo, Rafael Formiga, Dimitrius Souza e o faixa-marrom Felipe Preguiça. Só os dois melhores de cada grupo avançam para as semifinais, realizadas no mesmo dia.

E para você, leitor, quem vai vencer?

Para ver o cronograma completo do evento, clique aqui.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.