10 grandes erros que você deve evitar no Jiu-Jitsu

Share it

Michelle Nicolini finalizando no armlock no Europeu de Jiu-Jitsu 2012. Foto: Raphael Nogueira/GRACIEMAG.com.

Onde você mais erra no Jiu-Jitsu? É na postura? Na preguiça? Na dieta seguida sem determinação?

Hoje, o GRACIEMAG.com lista dez erros que você não pode cometer no Jiu-Jitsu. Mais do que ensinar, no entanto, queremos aprender com vocês: qual é o erro mais comum no Jiu-Jitsu para você? Divida com os demais leitores e ajude todo mundo a melhorar.

1. Cotovelos longe do corpo

No Jiu-Jitsu, não há praticamente nenhuma posição em que o cotovelo deva ficar longe do corpo. Manter os cotovelos colados ao corpo o tempo todo significa evitar chaves de braço, desequilíbrios, amarração e coisa pior. Fique sempre protegido e não dê brechas com o cotovelo coladinho ao corpo, no ataque ou na defesa.

2. Erro na postura

O segredo maior do Jiu-Jitsu é a postura, algo que o faixa-branca precisa prestar atenção desde cedo. Aprenda  a manter suas costas eretas quando estiver dentro da guarda de alguém. Uma boa postura vai salvar você de ser desequilibrado, raspado e finalizado. Lembre-se, ainda, de manter os dedos do pé dobrados e fincados no dojô, e não apenas com o peito do pé deitado no chão. Isso evita que você seja raspado ou empurrado de bobeira.

3.  Ignorar a defesa pessoal

Não ignore as técnicas de defesa pessoal. Quanto mais básicas, pode acreditar, mais úteis elas serão. Ou você pretende ser um faixa-preta que se desespera para sair de uma gravata qualquer? Repita o básico no início do treino, para aquecer. Faça 20, 50 golpes para cada lado, e veja seu Jiu-Jitsu fluir com muito mais rapidez.

4. Competir no treino

O tatame da sua academia não é área de luta de competição. Lá você tem de treinar, perder, bater e aprender. Só batendo e exercitando suas deficiências você vai se tornar um lutador completo. Tentar ‘ganhar treino’ só limita seu jogo, afinal você vai apenas tentar o que você já sabe fazer bem.

5. Olhar para a gola no estrangulamento

Quando for atacado no estrangulamento, tente colocar o queixo no peito mas jamais olhe para a gola. Você vai acabar virando para a direção do golpe, ou abrindo espaço para o kimono entrar mais. Olhe para o cotovelo do adversário, puxe o ombro e o braço dele para aliviar a pressão e gire o quadril para o lado certo para escapar.

6. Deixar o braço ao tentar passar

Ao buscar a passagem, cuidado para o braço não ficar dentro da guarda, o que é meio caminho para tomar um triângulo.

7. Cruzar os pés

Aprenda no vídeo abaixo alguns erros comuns, como o erro de postura e os cotovelos abertos do lutador que está por cima, possibilitando vários ataques. Veja o atleta que está por baixo aplicar um armlock e cruzar os pés, o que nesse caso ajuda na defesa do golpe.

8. Ferir a hierarquia, por ego ou desatenção

Convidar um companheiro mais graduado para treinar pode ser encarado como uma falta de respeito e hierarquia. Espere que o mais graduado o convide.

9. Treinar como leão, alimentar-se como passarinho

Procure se alimentar bem antes e após os treinos de Jiu-Jitsu. De preferência com o acompanhamento de um profissional. Evite treinar com fome ou com a barriga cheia, e não tome suplementos sem acompanhamento médico. Epecialmente, beba litros de água, antes e depois do Jiu-Jitsu.

10. Aprender a atacar e esquecer as defesas

Aprender uma boa defesa dos golpes é mais impiortante do que aprender 50 finalizações diferentes, daquelas que você não vai conseeguir usar. Decore onde seu corpo precisa estar para se defender de cada posição. Corrija seus erros na hora mesmo, com os atletas mais graduados. 

Ler matéria completa Read more
There are 26 comments for this article
  1. Pingback: 10 Grandes erros que você deve evitar no Jiu-Jitsu !! | Octzone – Treinamento
  2. Alan Rocha at 4:25 pm

    Galera que reconhece que estão usando muita força, o importante é saber defender os movimentos, aguentar pressão e poupar energia. Depois disso é só esperar as oportunidades e passar o carro aplicando a arte suave. Oss!

  3. Wanderson Silva at 3:06 am

    O meu erro foi ignorar este esporte a muito tempo e ter começado a praticar o Jiu Jitsu tarde , mas estamos na luta para cada vez mais aprender , nao so com o Mestre e os mais graduados , mas tbm com os faixas Brancas, Jiu o Meu Esporte…OSS

  4. Pedro Guilherme at 3:17 am

    Meu maior problema é a falta de força exagerada que tenho por ter fraturado os braços tantas vezes. Meu maior forte são as pernas, mas minha maior desvantagem são os braços. Não consigo trabalhar as técnicas quando estou na guarda contra a galera que eu treino que em força nos braços.

  5. Carlos Custodio at 2:29 am

    Estou com 51 anos e vou fazer a segunda aula, também sinto que deveria ter conhecido o Jiu jitsu a muito mais tempo mas, tenho certeza que terei muito tempo para desfrutar desse saudável conhecimento.
    Olhando sua cara na foto dá pra ver que você tem tempo para começar e aprender o que quizer.

  6. Cláudio P S Santana at 6:59 am

    Comecei com 41 anos e vejo o que a vida deixou para trás . estou me esforçando ao máximo e espero chegar a preta na hora que o meu mestre quiser.oss.

  7. Monica sanches at 12:10 pm

    Eu tenho 46 pratico jiu jitsu faz 1 mes estoy adorando essa arte. Me sinto forte e determinada na academia que eu pratico tenho excelentes professores e mestres. Treino em casa tambem. Apesar de eu ter uma doenca cronica no esofago consigo aprender e me sinto bem Estou mais magra e feliz. Amo jiu jitsu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *