4 ou 5 detalhes básicos do Jiu-Jitsu que aprendemos com Demian Maia

Share it
A rápida vitória de Demian Maia foi uma das lutas exibidas pela Rede Globo, com atraso. Foto: Divulgação UFC

A rápida vitória de Demian Maia foi uma das lutas exibidas pela Rede Globo, com atraso. Foto: Divulgação UFC

Para o novo universo de fãs do MMA, apenas o que importava era se Demian Maia conseguiria vencer no UFC 148, na sua estreia como meio-médio (77kg), contra a pedreira Dong Hyun Kim.

Ele mesmo parecia ter consciência disso, e pensar parecido. “Tirando a disputa pelo título contra Anderson (em 2010), essa luta no UFC 148 foi a mais importante da minha vida. Eu precisava mostrar meu Jiu-Jitsu no octagon, muita coisa estava em jogo e ainda bem que acabei rápido”, disse Demian Maia, na coletiva após o evento em Las Vegas.

O GRACIEMAG.com aplaudiu a atuação de Demian Maia, que não deu nenhum espaço para o oponente, conseguiu a queda e a montada que culminaram na vitória rápida. Mas, vencesse ou não, isso não mudaria tanto o apreço que temos a Demian, que é, antes de tudo, um senhor professor de Jiu-Jitsu.

Nas páginas de nossa revista, em diversas edições antigas, o faixa-preta paulista deu pelo menos quatro ou cinco bons detalhes úteis para o Jiu-Jitsu básico. Aspectos que sempre funcionam, nos tatames ou mesmo no octagon.

 1. Aula particular e Jiu-Jitsu

Se você anda se sentindo um pouco estagnado, a aula particular pode abrir sua visão para um mundo de pequenos detalhes capazes de mudar seu jogo. Se você é mais graduado, ofereça-se para ajudar seu professor nas aulas particulares. É um modo sensacional de aprender, defende Demian.

2. Passando a meia-guarda

Quando você estiver por cima buscando passar a meia-guarda, procure colar o lombar do adversário no chão. Só assim ele fica mais vulnerável. Sem o lombar no chão, é mais fácil para ele defender-se ou surpreender você.

Outro pequeno detalhe que ajuda ele a não inclinar a meia-guarda e atrapalhar sua passagem: cole o seu pé, o pé da perna que está envolvida pela meia-guarda dele, na nádega do oponente. Assim, a meia-guarda dele fica bem perpendicular ao solo, sem poder se mexer muito, e a lei da gravidade auxilia você a botar pressão por cima no ataque, livrar as pernas e transpor a guarda.

3. Relógio no Jiu-Jitsu

Na hora de atacar o estrangulamento relógio, é comum o iniciante telegrafar a mão que vai entrar para catar a gola e estrangular. Não fique tentando entrar a mão aberta, já que assim o oponente consegue impedir. O detalhe é ser rápido, e entrar a mão como num soco, num movimento não anunciado. Quando o punho passar por baixo do queixo, abra a mão e segure a gola bem firme.

4. Chave de braço e o ajuste

Na chave de braço, lembre-se de manter colado ao seu peito o punho do braço adversário atacado. Além disso, o polegar dele fica virado para cima.

Quer aprender todo mês detalhes e macetes como esses, dos maiores campeões do Jiu-Jitsu e do UFC? Está na hora de você assinar sua GRACIEMAG.

Clique aqui para saber mais sobre a revista, e veja como fazer.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *