O que aprendemos com Fedor Emelianenko, o monstro russo do MMA

Share it

Fedor Emelianenko. Foto: Luca Atalla/GRACIEMAG

Na sexta-feira, a luta entre Fedor Emelianenko e Pedro Rizzo em São Petersburgo provocou emoções distintas. No Brasil, Rizzo voltou para casa reflexivo, querendo voltar a treinar para sentir se ainda devia retornar aos ringues, após ser nocauteado com socos em 1min24s. Já o vencedor, diante de sua torcida e seu líder Vladimir Putin, não pensou muito. Fedor anunciou, ainda em cima do ringue do M-1 Global, que encerraria a carreira de lutador profissional de MMA após 12 anos de glórias e raras derrotas.

O que você aprendeu com Fedor Emelianenko, o monstro que ficou de 2000 a 2010 sem perder? Nós tiramos algumas lições.

1. Não pense na derrota

Fedor estava invicto na carreira até 2010. Um dia, perdeu para Fabricio Werdum, e ainda por cima batucou, no triângulo, diante de milhões de espectadores do Strikeforce. O que ele fez? “Voltei para casa imediatamente após a luta, e continuei a viver da mesma maneira. Não pensei sobre a derrota pois as coisas são como devem ser”, ele declarou.

2. Enfrente os melhores

Fedor Emelianenko se consagrou no Pride na época de Rodrigo Minotauro, Mirko Cro Cop, Mark Hunt e outros monstros do peso pesado. Se você quer ser bom, treine ou lute com os bons. Se você busca ser o melhor, enfrente os melhores, sempre.

3. Não abandone o pano

Fedor já era o astro maior dos tempos do Pride, cultuado no Japão como imperador, e mesmo assim disputava os maiores torneios de sambo na Rússia. Perdia, de vez em quando, mas aprendia.

4. Tenha um objetivo ao lutar

O olhar perdido de Fedor não dava pistas, mas havia uma chama acesa dentro dele. Era a vontade de brigar por algo a mais que um polpudo cheque no final. “O MMA é a maneira que eu encontrei de representar meu país. É a forma que eu tenho de agradar os fãs, as pessoas que torcem por mim. E especialmente, é aquilo que um dia eu descobri que faço melhor, por isso continuo”, disse certa vez.

5. Respeito

“O melhor e mais forte lutador do mundo deve ser capaz de vencer todos os oponentes, mas não é tudo. Ele precisa respeitar os outros lutadores, entender as circunstâncias da luta e comunicar-se bem com os fãs e a imprensa”, pregava Fedor Emelianenko. Em tempos de Anderson Silva e Chael Sonnen, uma lição e tanto.

6. Divirta-se, sempre

Quando ia ao Pride apenas para assistir, sem lutar, Fedor estava sempre puxando papo, bebericando uma vodca e brincando com todos. Mesmo que você seja o melhor do mundo, não perca nunca o bom humor nem a vontade de se divertir.

Ler matéria completa Read more
There are 11 comments for this article
  1. eterno aprendiz at 7:28 pm

    Fui, sou e sempre serei um grande fã do lutador e da pessoa Emelianenko Fedor! Talvez 1000 anos não sejam suficientes para o mundo produzir outro lutador como Fedor! Por tudo acima citado, Fedor é exemplo eterno para qualquer um! Deixará saudades….

  2. Markinhosgracie at 9:18 pm

    como sempre digo, acompanho vale tudo desde a época do royce e repito: EMELIANENKO FEDOR o maior da história!!!!!!!!!!!!!

    • FELIPE AMORIM at 5:34 pm

      concordo markinhos, a foto dele acima demonstra a serenidade e a humildade de quem não teve nada a provar a ninguem, a não ser para si.

  3. graciemag at 10:34 pm

    Mas calma lá, o mesmo leitor quer o fim da NOCAUTE e acha o máximo uma reportagem sobre um ídolo do MMA. Assim o editor fica louco. ; )

  4. Markinhosgracie at 9:41 am

    único lutador q NÃO me importo e NÃO fico triste se o minota perder………. o maior clássico e a mais maravilhosa rivalidade sadia da história do vale tudo: FEDOR x MINOTA!!!!!!! os 2 maiores de todos os tempos!!!!!!!!!

  5. Markinhosgracie at 11:52 am

    jon jones melhor lutador até 93 kg da atualidade. isso é fato!!!! veremos daqui 10 anos se ele realmente vai alcançar o status do minota (42 lutas) e do fedor (39 lutas)…….. acho improvável!!!!!!!

  6. FELIPE AMORIM at 5:32 pm

    quando eu conheci o vale tudo em 93, via as fitas de vhs do royce, aquilo era mágico, sublime, muito sedutor…. anos depois aparece o fedor, quebrando o estereótipo do lutador, gordinho, orelha no lugar, vencia e era como se não tivesse acontecido nada….. e hoje eu vejo com melancolia sua despedida,os corações dos fás de todo mundo estão um pouco mais apertado, dá tipo um nó na garganta. por isso e por outras. FEDOR FOREVER!!!!!

  7. Adroaldo Domingues at 10:22 pm

    Ao lado do Anderson Silva, com certeza os dois maiores lutadores da história do MMA, um lutador mais que completo, nocauteador, finalizador, de técnica apurada ao extremo, inteligente e muito rápido, acho que se ele encerrar a carreira em breve, para no momento certo, já gravou o nome dele na história das artes marciais, quantos desejariam ter um terço da glória do russo Fedor Emilianenko…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *