UFC 147: Mutante e Jason campeões do TUF; Franklin derrota Wanderlei

Share it
Franklin vs Wand UFC 147 by Josh Hedges Zuffa UFC

Rich Franklin aguentou o tranco, bateu mais e venceu Wand em BH, por decisão unânime após 5 assaltos. Foto: Josh Hedges/Zuffa/UFC

O UFC 147 já é história.

O evento que lotou o ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte, na noite desse sábado, presenteou o público e os telespectadorea ao redor do mundo com combates eletrizantes.

Na luta principal, Wanderlei Silva e Rich Franklin fizeram novo duelo de titãs, lutando francamente por cinco assaltos.

Franklin, que resistiu a um quase nocaute técnico no fim do segundo round, foi superior no conjunto da luta e venceu por decisão unânime dos jurados.

No fim, disse, sob aplausos e vaias: “Não lembro de nada que aconteceu entre o fim do segundo e o início do quinto, mas esse é o tipo de luta que eu gosto”.

Wanderlei, aplaudido de pé pelos mineiros, agradeceu: “Desculpe não ter finalizado o Rich! aqcabei cansando ali! Amo todos vocês!”.

Cezar Mutante bateu forte, mostrou a capoeira de origem mas Serginho aguentou até o fim e quase reagiu: "Consegui mostrar que luto em pé também, foi o mais importante", disse o campeão de Jiu-Jitsu, que entrou na luta após a contusão de Daniel Sarafian. Fotos: Inovafoto/Divulgação

Cezar Mutante bateu forte, mostrou a capoeira de origem mas Serginho aguentou até o fim e quase reagiu: "Consegui mostrar que luto em pé também, foi o mais importante", disse o campeão de Jiu-Jitsu, que entrou na luta após a contusão de Daniel Sarafian. Fotos: Inovafoto/Divulgação

Nas duas finais do TUF Brasil, mais emoções.

Entre os médios, Cezar Mutante não aceitou jogar no chão com Serginho Moraes e foi superior na trocação, em outra luta que deixou o Mineirinho em estado de euforia.

Entre os penas, melhor para Rony Jason sobre Godofredo Pepey, em luta sem muita emoção.

Como sinal do que aquilo significava para ambos, Rony Jason entrou chorando para estrear no UFC, contra Godofredo Pepey.  Apesar de ter a máscara proibida, Jason venceu na decisão.

Como sinal do que aquilo significava para ambos, Rony Jason entrou chorando para estrear no UFC, contra Godofredo Pepey. Apesar de ter a máscara proibida, Jason venceu na decisão.

Ainda no card principal, Fabrício Werdum não precisou de muito tempo para nocautear Mike Russow ainda no primeiro assalto, pela categoria dos pesados.

O gaúcho aproveitou para pedir uma chance de desafiar o campeão Junior Cigano, presente ao ginásio.

Fechando o card principal, Hacran Dias estreou no UFC com vitória sobre Yuri Alcantara.

Confira aqui os resultados completos e comente: que momento entrou para a história do UFC em BH?

Werdum UFC 147

Fabricio Werdum mostrou seu coice e despachou Mike Russow no UFC 147.

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article
  1. Markinhosgracie at 2:04 pm

    parabéns a todos os atletas e em especial ao wand, werdum e serginho!!!!!! o werdum foi disparado o atleta q mais mostrou vontade de vencer, de disputar o cinturão, estava 100% decidido a despachar o oponente no 1º round!!!! subestimam d+ o vai cavalo, cuidado com isso!!!!
    o wand mostrou q está ali pq gosta, ñ pelo dinheiro, até pq ele já é milionário. sou seu fã wandeco!!!!!!!!
    o serginho, sem comentários, é carismático d+, é um casca grossa da pesada, mostrou q tem punch, só faltou usar o seu jiu jitsu, round extra o mutante ía cair!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *