No boxe, Jiu-Jitsu ou MMA, 6 horas de treino por dia é o ideal?

Share it
Michael Oliveira acervo pessoal

Protagonista de uma das lutas de boxe mais faladas no Brasil nos últimos anos, Michael Oliveira está invicto em 17 lutas. Foto: Acervo Pessoal.

O boxeador Michael Oliveira, de 22 anos, está pronto para o seu maior desafio na carreira. Ele vai enfrentar o ex-campeão mundial Acelino Popó Freitas, hoje deputado em Brasília. O confronto, que marcará a despedida dos ringues do ídolo brasileiro, será no dia 2 de junho, em Punta Del Este, no Uruguai, e Michael está encarando a luta como uma passagem de bastão. “A hora do Popó passou. Ele foi fantástico, mas agora chegou a minha vez.”

Para chegar bem preparado à luta, o pugilista vem treinando cerca de seis horas por dia. “Estou focado, treinei bastante com empenho e concentração, pois o boxe é como o xadrez, é uma arte que precisa pensar na hora de bater, na hora de sair”, comentou Michael, que é atual campeão latino entre os pesos médios do Conselho Mundial de boxe e tem como técnico Orlando Cuellar.

Com 17 lutas na carreira, vencendo todas, sendo 12 por nocaute, Michael quer seguir seu caminho promissor. “Quero continuar invicto. Todos estão de olho nesta luta e eu quero mostrar o meu valor.” A luta entre Michael e Popó ganhou grande repercussão principalmente por conta das provocações feitas pelo ex-campeão mundial.

“Ele pode falar o que quiser, não ligo. Sou mais calado e menos provocativo antes da luta. Prefiro treinar, me preparar e deixar para mostrar o que realmente interessa dentro do ringue”, explicou o jovem boxeador, lembrando que o adversário pode ficar tranqüilo, porque o futuro do boxe nacional vai estar em boas mãos.

Conversando com alguns lutadores de Jiu-Jitsu, o treino de seis horas diárias parece ser um consenso também para lutadores de kimono que pretendem ser campeões mundiais. O que você acha? Quantas horas de treino é preciso para se tornar um campeão mundial?

Comente com a gente.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. Augustomma at 1:45 am

    Com variação de intensidade sim é possível,porém meu amigo,4,5 horas ou mais de treinos duros sem uma base de estudos por traz,a tendencia é o desgaste físico e mental ao extremo,acredito em equilíbrio sempre,e em luta nunca é demais o equilíbrio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *