Letícia Ribeiro dá aula de Jiu-Jitsu, malhação e superação: “Vitória é consequência”

Share it
Letícia Ribeiro ensinando. Foto: Divulgação.

Letícia Ribeiro ensinando. Foto: Divulgação.

Você conhece alguém que tenha lutado 14 Mundiais de Jiu-Jitsu? Tirando o Wellington Megaton, queremos dizer.

Letícia Ribeiro tem esse feito no currículo. Indo para o seu 15º Mundial, ela conversou ontem com nosso colaborador Diego Canudo, e contou o que aprendeu e o que você pode aprender com tudo isso.

Você é a mulher mais vencedora em Mundiais, juntamente com Hannette. Qual sua motivação para lutar no 17º Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF?

Bom, este ano vai ser o meu 15º Mundial. Luto o Mundial desde a primeira edição que teve o feminino. A minha maior motivação continua sendo a minha paixão pelo esporte e o prazer de lutar e competir. Minhas alunas me motivam muito também, principalmente durante os treinos para grandes competições.

Quais as lições mais importantes que você aprendeu com o Jiu-Jitsu?

Acho que o esporte e a competição em geral trazem muitos ensinamentos para a vida de qualquer pessoa. Respeito, atitude, equílibrio, autoconfianca e outras coisas essenciais para o amadurecimento como pessoa.

Quais são suas apostas para este Mundial?

O time feminino da Gracie Humaitá é muito forte, sempre. Sou muito sortuda de ter a oportunidade de treinar com várias campeãs. Dou aula, mas também aprendo muito com elas. Minhas apostas na equipe são: na preta, Beatriz Mesquita e Penny Thomas. Na marrom, Carol Vidal e Mackenzie Dern. Na roxa, Margaret Aase e Maxine Thylin. Na azul, Brenda Heller e Beatriz Lina. Acho que todas vão representar o time da melhor maneira possível. A vitória é consequência.

* * Confira o cronograma do Mundial 2012 no site da IBJJF.org. Para saber tudo que está rolando em tempo real, acesse nosso Facebook!

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *