Você sabe como aplicar o armdrag, técnica de luta, MMA e Jiu-Jitsu?

Share it

André Galvão e Pablo Popovitch num combate cheio de armdrag, no ADCC 2011. Foto: Daren Bartlett/GRACIEMAG

Outro dia, dois meninos de 15 anos conversavam num restaurante em Fortaleza, quando um perguntou: “O que é armdrag, hein?”. Não sabiam. O ouvido atento criou a pauta. Afinal, quantos faixas-brancas não têm essa mesma dúvida? Quantos fãs do UFC e MMA no mundo sabem exatamente o que é e como se aplica o armdrag? Seus problemas acabaram, caro leitor em dúvida.

Arm é braço em inglês. Drag é dragar, arrastar, puxar. Mas como essa puxada funciona exatamente?

“O armdrag serve para você raspar ou fazer uma inversão, puxando o braço do adversário na altura do cotovelo, e saindo o quadril de lado”, explica, didático, o faixa-preta Marcelo Vilhena, da equipe Brazilian Fight. “Esse movimento leva o adversário a se deslocar para a espaço que você criou ao fugir o quadril. Com o espaço criado, você vai em direção às costas dele”.

Vilhena detalha ainda a pegada propriamente dita. “O braço cruzado vai no cotovelo inimigo, e outro braço puxa o braço. Com isso você sai de baixo e pega as costas. Ou, na pior das hipóteses, fica por cima”, completa.

http://www.youtube.com/watch?v=67rkZxhkP3I

Bicampeão mundial de Jiu-Jitsu, Antonio Braga Neto ensina ao leitor do GRACIEMAG.com uma variação para o golpe. “Uso o armdrag sempre na situação de contra-ataque, mas eu também faço sem o uso do braço, algo que teoricamente seria essencial. Meu armdrag funciona com minha mão na gola do rival. Espero o cara jogar o peso para o lado oposto da minha mão na gola, ou do braço que ele esticou, e tento enterrar o cara para o chão fazendo uma saída de quadril ao mesmo tempo”.

Veja outra variação linda do armdrag, a seguir:

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *