Otávio Sousa: “O lance no Jiu-Jitsu é não deixar o adversário pensar”

Share it
Otavio Sousa ensinando na GB Irvine

Otávio Sousa ensinando na GB Irvine. Foto: Divulgação.

Pupilo de Zé Radiola, o peso médio Otávio Sousa foi o grande nome do Spring Open, evento da IBJJF que fez sua estreia no último sábado, no Long Beach Convention Center, na Califórnia. O jovem professor de Jiu-Jitsu da Gracie Barra fechou o peso médio ao lado do companheiro Claudio de Mattos, e garantiu o título do absoluto ao fechar a chave com o amigo Rômulo Barral.

“O campeonato foi show, superorganizado como sempre. Acho que a IBJJF está de parabéns por sempre buscar a perfeição, como no Jiu-Jitsu, buscando campeonatos que ocorram sem nenhuma falha”, cumprimentou Sousa.

“Quanto ao meu desempenho, mais uma vez digo que não poderia ter sido melhor. Consegui mais duas medalhas de ouro, e finalizei todas as minhas lutas, todas elas com estrangulamento – uma da montada e as outras pelas costas”, lembrou.

O GRACIEMAG.com quis saber de Otávio qual o segredo especial para vencer no Jiu-Jitsu, se é que isso existe.

“Uma das coisas que procuro fazer é buscar a finalização insistentemente para não dar tempo de o adversário pensar muito. Enquanto ele está defendendo uma finalização, já estou bolando minha sequência para bombardear o adversário”, ensinou, numa lição simples e preciosa. Claro, para lutar assim, é preciso anos de treino e um plano de ataque afiado.

Otávio lembra outra receita, cada vez mais necessária num esporte de alto nível que só faz crescer.

Sem subestimar ninguém

“A cada competição noto que não se pode subestimar ninguém, tem que respeitar todo mundo e cair para dentro com humildade. Aprendi desde pequeno a ser assim, meus pais e meu professor sempre falavam que com humildade você vai longe. Acho que é bem por aí, e hoje falta um pouco disso em alguns atletas”, repara.

A poucas semanas do Mundial, no fim de maio, Otávio se sente confiante, mas diz que ainda falta muito para o ouro.

“Este Mundial vai pegar fogo, principalmente na categoria médio na qual irei lutar, lá só tem pedreira. Vou continuar focado em busca dos meus objetivos, com meus companheiros da Gracie Barra, que tiveram uma grande atuação na Expo”, concluiu.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. jack at 11:40 pm

    ja vi luta dele, fazendo piada do oponente, apos ganhar numas vantagens, travando Lovato, ganhou do Cobrinha derrubando ele enquanto este estava falando com o juiz. Não tem nada de humildade nestas ações mas de oportunismo malandro. Tss tss os torcedores da GB estão olhando de perto e tambem querem ver luta e não fechamento de finais, algo que desmerece o torneio e a federação. No mundial, com respeito, ele não passa do Calasans , do com esta pose não

    • Rapha at 10:44 pm

      Luta com teu compaheiro de treino então em uma final…aproveita e machuca ele caso ele resista muito.No outro dia na academia , o clima vai ser bem ameno. Larga de besteira.A cultura é essa.Não sou a favor de companheiro de treino , NA FINAL , lutar.

    • Zezinho Monteiro. at 12:39 pm

      Vc tem que ter mais respeito com os atletas que estão treinando muito como Otávio, ele ganhou de lovato quase finalizando e com muita calma deu uma amarradinha no final, já na luta com cobrinha que é um grande atleta ele venceu não na malandragem e sim na agilidade de um atleta focado na no momento da luta, se cobrinha quer conversar com o juíz ou com outra pessoa que o faça depois da luta.
      E em ralação a humildade Tavinho é muito humilde sim, pois já perguntei a ele depois depois de alguns títulos dele se foi fácil e ele como sempre respondeu” Campeonatos sempre sãi difíceis, pois do outro lado tem um cara capaz de te vencer também. Parabéns Otávio “Tavinho” Souza vc é o HULK hehehe…

  2. deco bjj at 5:05 pm

    Peso médio e leve serão os mais emocionantes do mundial. Com a chegada do Otavio em boa fase, vai dificultar a vida da galera nos médios, apesar de achar que o Marcelinho esta um nível acima dos outros..

  3. Jack at 12:52 pm

    Eh uma opinião em favor do esporte- a CBJJ ou IBJJF não querem um “atleta” de cada academia por peso pois assim iria “falir o evento”. Também não vão premiar atletas a medio ou longo prazo… se os atletas nao fizerem nada diferente, as coisas vão continuar desse jeito. Logo a regra sera- colegas de equipes vão estar nas mesmas chaves. dai eles se encontram nas semis apenas. OS a favor de fechar, CLARAMENTE, estão empacando o progresso do esporte. Anotem isso!

Deixe uma resposta para Rapha Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *