Campeão ensina antes de ir a Abu Dhabi: “Não se afobe para finalizar”

Share it

Marcel Fortuna na Seletiva de San Diego. Foto: Alicia Anthony.

O faixa-preta de Jiu-Jitsu Marcel “Mãozinha” Fortuna carimbou o passaporte para Abu Dhabi na Seletiva de San Diego, ao derrotar Gustavo Elias por 6 a 0 na final da categoria +92kg, em março. O professor da academia Ralph Gracie conversou com o GRACIEMAG.com sobre o que aprendeu com a vitória na categoria, mesmo gripado.

Jiu-Jitsu é não se afobar

“Sempre se aprende uma lição a cada competição, e na Seletiva de San Diego acabei indo muito afobado para finalizar e acabei perdendo posições importantes”, contou Marcel.

“O primeiro adversário eu já tinha lutado com ele duas semanas atrás, no San Francisco Open. Lá ele me puxou para a guarda, e levei oito minutos até passar e pegar as costas. Em San Diego, ele tentou outra estratégia comigo, começou trocando em pé, aí eu coloquei ele para baixo, passei a guarda e peguei no armlock do cem-quilos, em menos de um minuto”, disse.

“Na final, comecei trocando em pé, puxei para guarda e raspei, tentei passar e ele virou de quatro. Aí vem o lance da pressa, peguei as costas e fui para o estrangulamento, mas ele escapou e caiu na minha guarda novamente. Acabei levando nos pontos 6 a 0. Mas poderia ter analisado melhor as situações, antes de atacar”, completou ele, que deixou dica importante para melhorar seu jogo na guarda.

(Veja Mãozinha em ação no Jiu-Jitsu, no Arizona.)

Na academia, se exponha ao perigo

“Eu tenho trabalhado bastante minha guarda, porque eu costumava jogar muito por cima nos campeonatos. Hoje já me sinto mais confortável pra jogar por cima ou por baixo dependendo da estratégia de luta. Qualquer posição que você queira melhorar, você tem que se expor a ela. Não adianta só fazer o jogo que você é bom. Na academia você tem que se expor e se colocar naquela posição contra seus colegas de treino, para conseguir melhorar”, encerra Marcel, que também segue invicto no MMA, com três lutas.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.