Faixa-preta campeão de Jiu-Jitsu vai levar R$ 5 mil no Ceará

Share it

A Copa Professor Sá será no fim de semana. Na foto, Sazinho, mestre Sá e Guybson Sá. Foto: Junior Samurai/GRACIEMAG.

O Ginásio da Faculdade Católica Marista, em Fortaleza, será palco da 9ª Copa Prof.Sá Norte-Nordeste de Jiu-Jitsu, nos dias 7 e 8 de abril. A competição, a mais antiga e tradicional do Jiu-Jitsu cearense, homenageia o faixa-vermelha Sá e vem com premiações que ultrapassam os 15 mil reais. O prazo final para garantir presença no torneio é hoje, 4 de abril.

O torneio vai premiar os melhores em cada um dos absolutos, pagando 5 mil reais para o campeão da faixa-preta; 2 mil para o melhor marrom; e uma TV LCD para o campeão absoluto roxa.  O campeão absoluto azul fatura um notebook, e o da branca leva uma bicicleta, além de suplementos e medalhas especiais.

Os campeões absolutos no juvenil, no feminino e no master faturam kimonos, suplementos e medalhas.

As cinco melhores equipes e os três melhores estados, na contagem final, recebem troféus exclusivos.

Nas arquibancadas, o fã de Jiu-Jitsu também vai ter uma moleza, com a presença de astros do UFC e do TUF como Caio Magalhães, Godofredo Pepey, Renée Forte e muitos outros.

Para informações e inscrições, vá ao Náutico Atlético Cearense e fale com Robson Sá, ou mande email para fjjoce@hotmail.com.

Saiba mais pelos telefones (85) 8803-1088 e 8756.5701, Nextel 55*123*82875 ou pelo site da competição, clicando aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
    • Sazinho Sá at 5:25 pm

      A ponta branca na faixa preta, significa que é um preta debutante, ou seja, novo na graduação, esse periodo durava um ano, em seguida se passava para ponta vermelha, ou seja, professor estagiário, mais um ano, recebia as tarjas, pontas brancas nas extremidades do vermelho e ao completar 4 anos chegava ao primeiro grau. Essa normatização era muito bem respeitada e não atrapalhava em nada o lado competitivo. Nunca devemos nos afastar das normas e tradições, pois, as raizes é que sustentão um construção, seja no mundo material ou intelctual. Ossssssssssssssssssssssssssss

  1. Nilsinho at 8:56 pm

    Parabens sazinhoe equipe pela inicitava de sempre, Mostrar q odemos auqi no nrodeste organizar um evento a altura dos atletas, oss continue assim, parabens oss

  2. Marcelo Maciel at 10:59 am

    Acho que a Graciemag poderia fazer uma reportagem sobre as escolas de Jiujitsu espalhadas pelo Brasil. Quando digo escolas me refiro aos professores e alunos não relacionados à familia Gracie ( Professor Fada, Professor Sá, etc.). Me parece que existem escolas não “convencionais” e entendo que a matéria ficaria bem interessante. Quanto a tarja branca trata-se de costume antigo e se não me engano era usualmente indicada para o faixa preta não professor, quando este é somente atleta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.