Adriano Martins e Kleber Orgulho mantêm seus cinturões no Jungle Fight 37

Share it

Adriano Martins mantém o cinturão. Foto: Divulgação.

Duas disputas de cinturão, fato inédito no Jungle Fight, foi o principal ingrediente de sucesso do JF 37, que aconteceu neste sábado, dia 31, e lotou o ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. O manauara Adriano Martins e o baiano Kleber Orgulho não deram chances para seus desafiantes, o americano Jimmy Donahue e o paulista Aldo Sultão, respectivamente. O evento contou ainda com um quarteto de peso, atuando como Ring Girls. As beldades e ex-BBBs Adriana Sant´Anna e Jaqueline Faria, além de Fabiana Frota, esposa de Alexandre Frota, se juntaram a ring girl oficial do Jungle, Geisa Vitorino, e juntas deram um aperitivo a mais. Outra novidade foi a estréia do novo cage em formato redondo, que passará a ser utilizado em todas as edições a partir de agora.

Na penúltima luta, o baiano Kleber Orgulho defendeu seu cinturão da categoria até 93kg contra Aldo Sultão. Kleber começou com tudo e aplicou uma queda plástica em seu adversário. Contudo, Aldo foi inteligente, e caiu no chão com uma guilhotina encaixada. Kleber foi valente, saiu do golpe e desferiu inúmeros socos em Aldo, que fizeram o árbitro interromper e dar a vitória ao baiano. Para fechar o evento, Adriano Martins colocou seu cinturão da divisão até 70kg em jogo contra o americano Jimmy Donahue. O manaura fez bonito e precisou de um pouco mais de um minuto para fazer o americano sentir o peso de suas mãos e ser nocauteado.

Confira todos os resultados:

Jungle Fight 37
31 de março de 2011
São Paulo-SP

Adriano Martins venceu Jimmy Donahue por TKO no R1
Kleber Orgulho venceu Aldo Sultão por TKO no R1
Michel Trator finalizou Sergio Leal com um mata-leão no R1
Ivan Batman finalizou Ary Santos com um mata-leão noR1
Henrique Gomes finalizou Jack Guzman com uma chave de calcanhar no R1
Alexandre Bebezão venceu Edson Conterrâneo por decisão dividida
Gilberto Dias Venceu Ricardo Maciel por decisão unânime
Thiago Passos venceu Julio Quirino por decisão unânime

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.