Como o Jiu-Jitsu ajuda na trocação? Werdum explica

Share it
Werdum troca com Roy Nelson. Foto: Nick Laham, UFC.

Werdum troca com Roy Nelson. Foto: Nick Laham, UFC.

No UFC 143, Fabrício Werdum impressionou quem não confiava nas habilidades do brasileiro em trocar chutes e socos. Contra Roy Nelson, que já nocauteou muita gente dura, o faixa-preta de Jiu-Jitsu teve boa desenvoltura em pé, o que valeu a decisão unânime a seu favor e o bônus de melhor luta da noite.

Werdum explica o porquê de soltar tanto o jogo na trocação e, acredite, a arte suave tem importante papel para isso.

“Veja como o Overeem joga travado mesmo sendo especialista em muay thai, ele tem medo de cair por baixo. Para mim tanto faz. Se no meio da trocação eu cair por baixo, vou estar em casa.”

O peso pesado brilhou na volta ao UFC e diz que vem para incomodar os melhores da categoria. O muay thai, por conta dos treinos com feras como Rafael Cordeiro e André Dida, está em dia. Mas o chão nunca é deixado de lado.

“Quando cai no chão com o Nelson, rapidamente peguei as costas. Então estava com o Jiu-Jitsu muito afiado para esta luta”, comenta ao GARCIEMAG.com.

“Estamos com caras bons em todas as áreas no nosso camp. O João Assis e o Lucas Leite estão me dando muita força no Jiu-Jitsu. Temos um ótimo preparador físico também, que é um ex-jogador de futebol americano e faixa-preta.”

De qebra, aprenda algumas técnicas com a fera do Jiu-Jitsu e MMA:

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. BOXE NA VEIA at 2:40 pm

    Werdum tem um boxe mediano e é um lutador tambem mediano, o UFC o chamou de volta por nao ter muitas alternativas na categoria Pesado no momento, a luta com Roy Nelson foi boa para o nivel de ambos, na categoria pesado Werdum se chegar a disputar cinturao é ZEBRA!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *