Aprenda a usar seu peso no cem-quilos e finalize, com Ary Farias

Share it
Campeão de Jiu-Jitsu, Ary Farias brinca com seu cachorro entre um treino e outro. Foto: Arquivo Pessoal.

Campeão de Jiu-Jitsu, Ary Farias brinca com um amigo entre um treino e outro. Foto: Arquivo Pessoal.

Multicampeão brasileiro e vice no último Mundial de Jiu-Jitsu, ao fechar com Gui Mendes, o amazonense Ary Farias é um dos mais respeitados magrinhos da arte suave atual.

No mini-documentário abaixo, Aryzinho fala sobre a preparação para os campeonatos, papeia sobre seu início no Jiu-Jitsu, após ver lutas de Rickson e Royce Gracie, e ensina você a chapar mesmo o oponente no tatame.

“Entrei no Jiu-Jitsu desde o momento em que um amigo me mostrou as lutas do Rickson e do Royce. Eles eram muito menores que seus adversários e mesmo assim dominavam as lutas. Tamanho não influencia em nada. A paixão eu adquiri daí”, disse o faixa-preta da Atos Jiu-Jitsu.

Incomode o oponente o tempo todo no Jiu-Jitsu

Ary aproveita e ensina duas finalizações criativas no cem-quilos. O importante é manter o peito com o peito, e incomodar o máximo possível com o ombro, para o oponente olhar para outro lado e ficar à sua mercê.

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article
  1. Yean at 12:29 pm

    aewww, até que enfim alguem q não seja americanófilo, agora vou conseguir assistir uma aula é entender o q o professor fala. meu parabens a redação

  2. Jack at 4:49 pm

    otimo!!!!!! cara humilde e vai longe!!!

    Sonhei recentemente que o Jiu Jitsu Brasileiro ficou em maus lençois ….todos os tops de BJJ estavam flagados no teste de anti doping!!!!
    acordei assustado!!!!!!!!!!!! minha esposa reclamou !!!! kkkk

    Revistas de lutas iriam “saborear” uma noticia desse tipo, iriam se deleitar em cima da tragedia alheia =( mas os fans do BJJ, sairiamos de cena com cabeça baixa??? =/ , a GracieMag se tornaria uma revista tipo TRIP (com todo respeito)

    PS- antes de alguem falar que dopagem não promove tecnicas no atleta… infelizmente, promove GAZ extra, RESISTENCIA extra, FORÇA extra, AGILIDADE extra….ou seja, um atleta “natural”, sem aditivos ilegais, fica no fim da fila mesmo =( e perde patrocionio, convites para eventos, seminarios etc.
    Sera que os tecnicos, professores dos atletas estão se “antecipando” ? OSS!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *