Europeu: Michelle Nicolini ensina que o ouro absoluto não deve mascarar os erros

Share it
Michelle Nicolini finaliza no braco no Europeu de Jiu Jitsu

Michelle Nicolini finaliza Monica Vanessa no braço, no Europeu de Jiu-Jitsu. Foto: Raphael Nogueira/GRACIEMAG.com.

A faixa-preta Michelle Nicolini (CheckMat) venceu o absoluto feminino no Campeonato Europeu de Jiu-Jitsu da IBJJF no último fim de semana, ao passar por duas oponentes. Na primeira luta, finalizou Monica Vanessa no armlock. Na final, enfrentou à vera a futura médica sueca Ida Hansson, sua parceira de equipes, e venceu por 16 a 4.

Mesmo com uma campanha quase perfeita, a nova rainha de Portugal encara a conquista com uma mentalidade de campeã: não quer ficar sentada no pódio, e sim ir atrás de novos questionamentos. Nada de certezas, mas sim das próximas perguntas.

A campeã treinada por Rodrigo Cavaca, que literalmente perdeu a conta de quantas medalhas de ouro tem no Jiu-Jitsu, continuou pela Europa, de onde conversou com o GRACIEMAG.com sobre erros, treinos, estratégias e evolução.

“Estou na Alemanha, depois vou à Suíça, Suécia e então Brasil. No dia 11 de fevereiro tenho um seminário junto com o Andrei Andrezzo em São Paulo, todos os leitores estão convidados!”, convoca Michelle Nicolini.

Se o ouro no Jiu-Jitsu mascara os erros, o ouro absoluto mascara absolutamente

“Concordo plenamente que a vitória mascara os erros sim. E isso não ocorre só no Jiu-Jitsu. Em competições, de modo geral ganha aquele que erra menos, ou que sabe aproveitar melhor o erro do adversário. Mas o erro sempre vai existir! Nós como atletas profissionais temos como perceber os nossos erros e ficamos muito atento às orientações dos treinadores em relação a eles. Com tantos anos lutando campeonatos, consigo perceber que a vitória é algo complexo que depende de muitos fatores, que vão desde a concentração, controle da ansiedade, paciência, até o preparo físico e mental, atenção do árbitro e o estado do adversário. Muitas vezes erramos, saímos do caminho que estabelecemos, mas o adversário não consegue tirar proveito daquela situação e podemos corrigir mesmo durante a luta.”

O erro da campeã Michelle Nicolini

“Sim, errei no Europeu. Foi na final do absoluto. Errei, a Ida pontuou, mas consegui manter o ritmo e ficar à frente no placar. Essa situação de risco existe o tempo todo no Jiu-Jitsu, e precisamos nos manter atentos para que a falha não se repita – afinal, podemos não ter uma nova chance de corrigir durante o percurso do combate.”

Como analisar os erros no Jiu-Jitsu

“Com uma palavra chave: Estudo. Na minha opinião, o estudo por meio da observação e análise dos combates são as ferramentas que nos permitem ficar atentos aos erros. Sempre peço opiniões técnicas das pessoas que assistiram às minhas lutas e que observaram as minhas adversárias em ação. Sempre vejo um detalhe diferente com isso. Também converso bastante com o Cavaca sobre a evolução do meu jogo. E tem algumas pessoas na minha equipe que têm uma boa visão estratégica, como o Leozinho Vieira e o Carlos Holanda (também campeão europeu). Gosto muito de ouvi-los falar sobre minhas adversárias. Como conhecem bem o meu estilo de lutar, eles sabem apontar onde eu posso arriscar, qual a melhor estratégia para cada luta e a melhor maneira de vencer.

Número de medalhas no Jiu-Jitsu

“Tenho competido bastante nos últimos anos na categoria principal, fora as medalhas conquistadas nas faixas menores, por isso confesso que não faço mais ideia de quantas medalhas tenho. Mas você me deixou curiosa, vou contar todas assim que retornar ao Brasil!”

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. Carlos Vieira Holanda at 7:44 pm

    So nao sei se voce e o Xande ou Jacaré, Roger, Rodolfo rsrsrsrsrs! Para Michelle Nicolini!

    Ass:Carlos Vieira Holanda

  2. Renan Nascimento at 11:26 pm

    Acabei de ver a luta…A Ida so fez quatro pontos pq a Nicolinni errou mesmo…senão tinha sido 16 a zero ou fanalização!!!!!!!

  3. BlackJJ at 8:47 pm

    Boa lutadora, mas não dá dentro com a Luana, Kyra, Hanette e Ana Laura. Estas estão muito a frente ainda… Sem falar na monstra Gabi Garcia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *