Roger Gracie: “Estou mudando o meu jogo”

Share it
Roger Gracie acompanha o Europeu de Jiu-Jitsu 2012

Roger Gracie acompanha o Europeu de Jiu-Jitsu 2012. Foto: Raphael Nogueira.

“Estou mudando o meu jogo”, disse Roger Gracie, nesta sexta-feira, nos bastidores do Europeu 2012, o charmoso campeonato de Jiu-Jitsu, que vai rolar até domingo, em Lisboa.

“Durante toda a minha carreira na faixa-preta, eu me habituei a começar as lutas num ritmo lento e tranquilo. Nunca tinha visto necessidade em partir pra cima dos adversários nos dois primeiros minutos de um combate, já que uma luta dura dez minutos. Sempre comecei lento e intensifiquei o ritmo progressivamente, chegando ao máximo da intensidade nos instantes finais. Porém, depois da minha primeira derrota no MMA (para Muhammed “King Mo” Lawal, por nocaute, no Strikeforce, em setembro de 2011), a ficha caiu, se eu não mudar essa maneira de lutar, vou perder novamente”, disse o professor carioca radicado em Londres.

Roger Gracie deu a entender que não há como se tornar um “lutador de MMA explosivo” enquanto se mantiver um competidor de Jiu-Jitsu, digamos, “calmo demais”. A essência (o Jiu-Jitsu) é quem dita as regras para todas as outras facetas de Roger, inclusive quando ele entra num ringue vestindo luvinhas e bermudão.

Em nome do filho e do Jiu-Jitsu

O Gracie se emocionou (olhos marejados) ao recordar do momento em que viu o filho pela primeira vez após a luta contra Muhammed. “Não quero sentir aquela sensação novamente, meu filho é muito importante para mim, quero ser o melhor exemplo possível para ele, não posso chegar em casa derrotado”, disse Roger.

Roger fala de Jiu-Jitsu com os organizadores Kiko e André Fernandes. Foto: Raphael Nogueira

Roger fala de Jiu-Jitsu com os organizadores Kiko e André Fernandes. Foto: Raphael Nogueira

“Então estou focando minha carreira no MMA. Acredito que, de pano, eu só lute mesmo o Mundial este ano. Por isso não me inscrevi no Europeu. Gostaria muito de competir num campeonato de tão alto nível, mas minha prioridade agora são os treinos de MMA. Essa foi a grande lição que aprendi com minha derrota: tenho de aumentar minha determinação, entrar na luta num ritmo muito mais intenso. No Jiu-Jitsu, eu chego a tomar quedas no começo, mas tenho cerca de oito minutos para me recuperar, é mais que o bastante. No MMA, um soco ou uma joelhada podem terminar um combate de forma instantânea, não há tempo pra se recuperar de um nocaute”.

Muito assediado por fãs, alunos e amigos, Roger ainda escutou a pergunta do repórter a respeito do título absoluto na faixa-preta em Lisboa. Afinal, quem vai ser o grande campeão do Europeu 2012?

“Olha, o favorito é o Rodolfo Vieira, não há como negar. Ele vem de ótimos resultados. Mas todos têm chance. Acompanhei os treinos do Lagarto, por exemplo, e ele está em ótima forma. Mas, se é para apontar um favorito, não dá para negar que é o Rodolfo”.

Ler matéria completa Read more
There are 15 comments for this article
  1. Renan Nascimento at 11:17 pm

    Ate Roger Gracie é humilde o sufuciente pra saber q tem q mudar,e tem uns por ai q se acham d+ pra reconhecer seus defeitos…..

  2. junior at 1:18 pm

    O Rodolfo é um fenômeno no pano mesmo,a transição dele da azul para preta foi em apenas 2 anos,ja que em 2007 ele foi campeão brasileiro na azul e em 2009 foi campeão rio open ja na faixa preta,verdadeiro fenômeno…..

  3. DABULL at 2:33 pm

    O ROGER É HUMILDE O SUFICIENTE PRA RECONHECER O RODOLFO COMO PRINCIPAL COMPETIDOR DE JIU-JITSU E QUE TAMBÉM VÊ SUA DERROTA COMO UM APRENDIZADO. PARABÉNS PELA ATITUDE .

  4. Jack at 7:46 pm

    SE este sentimento de chegar em cassa com derrota já o deixou assim “down”, receio que ele não tera vida longo no MMA. Salvo pouquissimos atletas TOP (não me refiro a quem soh lutou com galinhas mortas), é normal dia sim dia não, encarar uma derrota. O risco de encerrar a carreira de lutador cresce pois o atleta precisa de tempo para se recuperar e preparar para nova investida, e claro, de ser apreciado pelos eventos!!!
    Sem vitorias, os eventos não se interessam no atleta, infelizmente. Ha algums lutadores, inclusive entre o familia que falam da derrota como algo “humilhante”, “devastador” , ha frase tipo “eu não perdi, ele venceu mas eu não bati então não perdi” , coisa de corações repretos de vaidade, arrogancia. Creio que Roger passa bem longe destes perfis!!! Torço para que ele cresça e seja candidato a finalizar Feijão, quem sabe , Hendo no UFC !!!!! OSSSSS!!!!!

    • Rafael at 11:58 am

      Eu acho que ele tá certo. Tem que se sentir mal com derrota sim, e tem que treinar pra que isso não se repita. Quando perder se torna uma coisa normal, é sinal de que a coisa tá desandando.

      • Jack at 3:46 pm

        pois eh. recordo que qdo Demian Maia perdeu para Nate Marquart, ele soltou uma tipo ” o juiz interrompeu rapido demais, nao tava apagado, poderia ter embolado na perde dele etc etc” reflexo da falta de humildade mais comum no meio do JJ infelizmente. (Claro, Roger não tem nada disso! ) Desde então Demiam não foi o mesmo… mudou seu estilo, teve vitorias magras, e derrotas consistentes. Espero que o UFC de chances dele voltar a velha forma! Roger só tem uma derrota no mma, não é motivo para “desespero”. Creio que ele vai baixar o pesso talves, mudar seu jogo mas vai “voar ” nas costas alheias de novo!!!! OSSS!!

    • Meuris junior at 12:18 pm

      Jack Boa Tarde!

      Eu creio que o que ele ( Roger) quis dizer com a derrota, não foi propriamente o ser derrotado! e Sim como foi derrotado.

      Veja que ele fala de mudança no jogo, partir para cima, mais explosão.

      Ficou bem claro para mim, que ele sentiu que não rendeu o que poderia render.

      Não foi a derrota! Foi como aconteceu!

      E se liga! Quando um Pai de família entra para fazer, o que quer, que seja em nome da Família!!! Este moço vai dar muito o que falar.

      OOOOOSSSSS

  5. Josildotec at 4:28 pm

    Somente um verdadeiro campeão para fazer uma auto-análise isenta de vaidade. De uma só vez reconhece ( E O MAIS IMPORTANTE: VERBALIZA ) onde precisa melhorar e quem é o melhor do momento no pano. Já mostrou o que tinha que mostrar no pano. Vai pro MMA e faça igual fez no pano Roger.

  6. BOXE NA VEIA at 12:17 pm

    Até que enfim caiu a ficha Roger, se você não aprender a trocar em cima mesmo sendo um dos melhores no chão vai tomar coça de novo, seu boxe é patético, e vai ficar triste ao ver seu filho depois de uma derrota de novo, agora e bom aprender com isso, porque outras derrotas irão acontecer e outras vitorias também, vai depender de como elas irão acontecer que vai determinar seu orgulho ou sua vergonha.

  7. Andre at 10:48 pm

    Lição de humildade de um verdadeiro campeão. Campeão no esporte, na vida e no auto conhecimento. Não lembro de outro do nível dele falar assim.
    A turma dos comentários devia imprimir isso e colar na parede.
    Muita gente que escreve aqui, se escondendo atras de apelido, não tem 1% da qualidade dele, e nem 1% da humildade dele.
    No mais, parabéns ao Rodolfo, que a cada dia vem mostrando que está ficando pronto para substituir o campeão quando ele parar de competir.
    To louco pra ver Roger x Rodolfo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.