A lição de Jiu-Jitsu e o ponto final no erro de Rodrigo Minotauro contra Mir

Share it
Campeão de Jiu-Jitsu, Rodrigo Minotauro sobrava contra Frank Mir, no UFC 140. A luta desandaria ainda no primeiro assalto. Foto: UFC/Zuffa.

Rodrigo Minotauro ainda sobrando contra Frank Mir, no UFC 140. A luta desandaria ainda no primeiro assalto. Foto: UFC/Zuffa

Antonio Rodrigo Nogueira, o Minotauro, é um lutador de Jiu-Jitsu e MMA tão especial que, mesmo quando erra feio, faz milhões aprenderem com ele.

O baiano retornou aos treinos de musculação no Rio de Janeiro, neste fim de semana, e reuniu a imprensa em seu CT no Recreio para mostrar o braço operado e o sorriso de sempre.

O ex-campeão dos pesados do UFC e Pride relembrou a derrota por finalização para Frank Mir, no começo de dezembro, incidente que provoca debates e discussões nas academias de Jiu-Jitsu do Brasil até hoje. Virou praticamente um case de “como não fazer”.

Assista à luta, clicando aqui.

“Eu tive dois momentos na luta, vi a vitória e a derrota ali. Cheguei a comemorar dentro da luta. Parei de bater para poder finalizar, mas foi uma decisão infeliz. Fiquei preocupado depois, porque vi o braço quebrado, e é duro ter de voltar lá atrás e começar tudo de novo”, disse Rodrigo ao Sportv. “É dolorido para o corpo humano, mas quando você faz o que gosta, vale o preço”.

Nocautear ou finalizar, não é a questão

Como Minotauro explicara após a luta, ele parou de bater num Frank Mir grogue após ouvir o juiz pedir para ele não acertar a nuca, e numa fração de segundos resolveu dar um bote no pescoço, numa arriscadíssima guilhotina. Caiu por baixo e foi pego.

Bater ou finalizar, no fim das contas, depende muito do sentimento do atleta ali na hora, e para a equipe do GRACIEMAG.com não pode ser criticada. Ou Mauricio Shogun, que continuou batendo e não tentou finalizar Dan Henderson, acertou?

A lição que aprendemos, então, é:

Se você está por cima e está ganhando, jamais arrisque um golpe de Jiu-Jitsu onde você pode cair por baixo. Especialmente no MMA ou numa situação real de confronto.

E você, leitor, o que aprendeu com a derrota de Minotauro? Compartilhe com a gente, para botarmos um ponto final no assunto e deixar Minota seguir em frente.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. Robson_marcelino at 11:17 pm

    Po oque eu vo dize ne…ele é loko ne jiujitero fudido como diz a a musica apocalipse apaga mais nao bate! fez oque tinha q faze

  2. Luciano Martins at 9:29 am

    assistir pela televisao, no conforto, sem nunca ter feito fazer nenhuma luta (de pano ou MMA) e apontar os erros de um lutador é muito facil. acredito que ele fez o que ele acreditava ser certo… talvez a liçao é nunca esquecer o que todo bom sensei sempre relembra sempre: se o adversário nao bateu e nao apagou, ELE NÃO ESTÁ MORTO!

  3. Markinhosgracie at 9:54 am

    Sou fã do minota, do wand e do fedor, na minha opnião são os 3 q mais contribuíram para o vale tudo chegar onde chegou hoje, pq antes de UFC na globo e tal, existia o PRIDE. Os telespectadores mais antigos sabem do q estou falando, né?! O minota hj é ainda um grande lutador, excelente no boxe e no jiu jitsu, acho q ele tem condições sim de competir em alto nível e pegar o cinturão. Se vocês observarem a luta dele com o mir, vejam q ele estava muito bem, 100% preparado, o problema é q ele deu mole com um cara faixa preta de jiu jitsu também excelente de chão. Méritos para o frank mir, NÃO foi somente erro do MINOTA. Mas mesmo assim, continuo achando o minota melhor q o mir, tanto em pé como no chão……. Já imaginaram o minota cometendo aquele mesmo erro de pegar as costas e deixar o braço de bobeira contra o ben hothwell, tim silvia, shane carwin, com certeza NÃO teria acontecido aquilo! Agora imaginem contra o werdum, vinícius pezão, roger gracie, o fecho seria o mesmo contra o mir!

  4. Gimenesribeirao at 2:25 pm

    O mata leão caía bem ali, mas de fora é sempre fácil falar, na hora e no calor a história é outra. E um erro para a quantidade de acertos do Minotauro é pouco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.