Tudo pronto para o último UFC do ano

Share it

Está tudo pronto para o UFC 141, que promete fortes emoções para o público de olho na MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas. Todos os lutadores subiram na balança nesta quinta-feira, e bateram o peso sem maiores problemas.

Na luta principal, o duelo dos brutamontes Brock Lesnar e Alistar Overeem promete estremecer as grades do Ultimate, enquanto Donald Cerrone e Nate Diaz já trocaram farpas, empurrão e até um chapéu voou na conferência de imprensa. Já nas preliminares Diego Nunes prometeu bater como ninguém bateu em Manny Gamburyan, mas o armênio já avisou que vai dar uma surra no brasileiro, então a chapa vai esquentar. (Confira os Pitacos do Estagiário do GRACIEMAG.com e também deixe seu palpite).

Duelo de 240kg

O UFC fecha o ano de 2011 nesta sexta, dia 30, na MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, com um duelo de peso – mais especificamente, de 240kg. Dois dos mais imponentes pesos pesados da organização, Brock Lesnar – ex-campeão do UFC – e Alistair Overeem – ex-campeão do Strikeforce, do Dream e do K-1 – enfrentam-se por uma chance de disputar o cinturão contra Júnior Cigano. Os pesos leves Nate Diaz e Donald Cerrone fazem a penúltima luta da noite.

No card preliminar, o Brasil conta com três representantes: Júnior Assunção, Luís Beição e Diego Nunes, que enfrentam Ross Pearson, Matt Riddle e Manny Gamburyan, respectivamente. O canal Combate transmite o evento a partir das 22h15.

Overeem assusta Joe Rogan com seu tamanho. Foto: UFC.

 Para Brock e Overeem, luta não chega a 5 rounds

Embora a luta principal esteja marcada para durar até cinco rounds, tanto Brock quanto Overeem acreditam em um fim precoce. “Não somos caras que desistem. Somos lutadores, queremos encerrar as lutas. Irei em busca desse objetivo e espero que ele também, não vejo essa luta passando do primeiro ou do segundo round. Segundo round, no máximo”, arrisca Overeem. “Vamos entrar para dar um fim à luta. Não a vejo durando cinco rounds”, concorda Lesnar.

Uma das mais populares estrelas do UFC, Brock Lesnar está fora do octógono desde outubro de 2010 – quando perdeu seu título para o americano de origem mexicana Cain Velasquez. A razão de sua ausência foi uma condição intestinal chamada diverticulite, que retornou em 2011 após ter afastado o ex-campeão dos octógonos no ano anterior. Contudo, o wrestler garante estar em plena forma, e não acredita que a ausência dos octógonos vá atrapalhar. “Sinto-me bem mentalmente e fisicamente. Estou forte, pesado e afiado”, declara.

Apesar de pouco experiente no MMA – apenas sete lutas profissionais -, Brock tem vitórias notáveis sobre Frank Mir, Shane Carwin e Randy Couture – de quem tirou o cinturão. Já “The Reem” acumula impressionantes 47 lutas (com 35 vitórias, sendo 14 por nocaute). Ex-campeão do Strikeforce, do K-1 e do Dream, Overeem também é veterano do extinto PRIDE, na qual enfrentou nomes como Vitor Belfort, Chuck Liddell, Maurício Shogun e Rogério Minotouro. Apesar de louvado por suas habilidades de pé, particularmente no kickboxing, Overeem tem 19 vitórias por finalização, provando que sabe seu caminho no chão. “Sou um lutador completo, faço de tudo. Tenho wrestling, finalizações e striking”, exalta.

Nate Diaz ergue os punhos para Cerrone, diante de Dana White.

Cerrone e Nate Diaz ladram – quem morde?

Outro esperado duelo será entre o vencedor do TUF 5, Nate Diaz, e o ex-desafiante do World Extreme Cagefighting (WEC) Donald Cerrone. Os dois irão resolver no octógono uma rixa que começou nos treinos abertos do UFC 137 e chegou ao auge durante a coletiva de imprensa do UFC 141, nesta quarta, quando, durante a tradicional encarada para as fotos, Diaz pegou o chapéu de Cerrone e o empurrou. Dana White, no entanto, interveio rapidamente e manteve os ânimos sob controle.

Irmão de Nick Diaz, Nate é conhecido por seu Jiu-Jitsu – nove de suas últimas 11 vitórias vieram por meio de finalização, sendo que três levaram o prêmio de “Finalização da Noite”. Já Cerrone, que vem do kickboxing, é conhecido por suas habilidades de pé – especialmente chutes contra as pernas e cabeça. Vindo de seis vitórias consecutivas, Cerrone sofreu apenas três derrotas em sua carreira (todas em disputas de título no WEC). As habilidades de Cerrone, contudo, também se estendem ao solo – 13 de suas vitórias vieram por finalização. Quem morde no final?

Card preliminar tem três brasileiros em ação

A torcida brasileira começa cedo. Abrindo o card preliminar, Diego Nunes enfrenta o ex-desafiante dos pesos penas do WEC Manny Gamburyan. Striker perigoso, o gaúcho quer reencontrar o caminho das vitórias após a derrota para Kenny Florian em junho deste ano. Para isso, ele terá que superar o celebrado judoca que, após duas derrotas seguidas, precisa se reafirmar na organização.

Substituto de última hora no UFC Rio, Luís “Beição” Ramos sequer teve tempo de mostrar suas habilidades – particularmente seu perigoso jogo de chão – em sua estreia no UFC. Nocauteado por Erick Silva aos 40 segundos do primeiro round em sua única luta no octógono, o carioca da Nova União parte em busca da redenção contra Matt Riddle, o ex-TUF 7 que fez toda sua carreira profissional no UFC. “Estou faminto por esta vitória e farei o necessário para obtê-la”, declarou Beição.

Faixa preta de Jiu-Jitsu e capoeirista, o recifense Júnior Assunção enfrentará um grande desafio: o vencedor do TUF 9, Ross Pearson. Faixa preta de taekwondo e conhecido por seu boxe, Pearson fará sua estreia como peso pena (antes, lutava na categoria leve). Assunção, que vem de vitória sobre Eddie Yagin, reconhece a dureza do adversário de sábado, mas comemora a oportunidade. “Eu pedi e o UFC me deu a chance de lutar contra um cara duro. Eu entendo os riscos, mas estou ciente das recompensas que terei se vencer”, afirmou o lutador.

UFC 141

Las Vegas, Estados Unidos

30 de dezembro de 2011

Brock Lesnar vs Alistar Overeem

Nate Diaz vs Donald Cerrone

Jon Fitch vs Johny Hendricks

Vladimir Matyushenko vs Alexander Gustafsson

Nam Phan vs Jim Hettes

Card Preliminar (TV americana)

Ross Pearson vs Junior Assunção

Anthony Njokuani vs Danny Castillo

Card Preliminar (Facebook)

Jacob Volkmann vs Efrain Escudero

Dong Hyun Kim vs Sean Pierson

Matt Riddle vs Luis Ramos

Manny Gamburyan vs Diego Nunes

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. Fabio (vudu) Anschau at 8:15 pm

    Acho que se ele se dedicasse ao fisiculturismo se daria melhor! Rrsrsr… Mas só depois de aplicar a famosa guilhotina no Brock! Oss

  2. Marcio2007amaral at 10:34 pm

    nesse ufc 141, a luta de peso pesado chama a atencao pelo tamanho dos caras, não tem logica esses caras comem bomba com farofa, Overeem na época do Pride pesava no maximo 100 Kg quando fora de competicao, e agora bate de 119 Kg… se Lesnar resolver fazer seu jogo de wrestling basico pode ate ganhar mas acho que dá Overeem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *