Criançada faz a festa na Escola Leão Teixeira

Share it

No último dia 4 de dezembro, cerca de 450 jovens entusiastas do Jiu-Jitsu se reuniram para uma das festas mais bem organizadas da arte suave, no Rio de Janeiro. Com o apoio de sempre das Casas Granado, Minister, Geka, Coca-Cola e Toulon, a Escola de Jiu-Jitsu Leão Teixeira comemorou este ano 19 anos e promoveu sua festa anual de graduação, com a criançada em peso e seus papais.

Com um programa de treinamento especializado para crianças já a partir de 3 anos de idade, o evento graduou seus alunos, dos “fraldinhas” aos juvenis.

A cada apresentação, cerca de cem alunos, divididos por faixa etária, eram graduados, com direito a uma exibição para os familiares, que lotaram o ginásio da PUC-Rio (confira as melhores fotos do evento, clicadas por Kazuo Yokoyama).

[flickr set=72157628347870273]

A partir dos 7 anos, os alunos que se destacavam recebiam uma premiação especial, por sua colocação no ranking interno da escola e pela melhor performance no dia. Na categoria adulta e juvenil, a Toulon ofereceu uma passagem para o Mundial de Jiu-Jitsu, que foi sorteada entre os presentes.

“Estou muito satisfeito, já são quase 35 anos dando aula, desde os tempos da Gracie Barra. Hoje o trabalho à frente da Escola de Jiu-Jitsu Leão Teixeira cresce cada vez mais, e ver todos esses alunos, inclusive ex-alunos já trazendo seus filhos é muito gratificante”, contou José Leão Teixeira, o “Zé Beleza”, destacando seu curso internacional para professores, que este ano diplomou o faixa-marrom Marcos Paula (Budokai Martial Arts School), de Natal, e Melissa Bardfield (Renzo Gracie), de St-Martin, no Caribe.

Também estiveram presentes ao evento alunos do projeto Future Champion, que o Mestre Leão Teixeira desenvolve desde 1994.

“Quando fundei a Escola na Gávea, sempre achei que deveria fazer alguma coisa em prol das crianças que desejavam treinar e não tinham condições, por tudo que o Jiu-Jitsu me deu na vida. O projeto começou logo depois que fundei a escola, há 17 anos. Hoje, um desses alunos que se formou conosco dá aulas na unidade do Mandala, o Vinicius Nascimento – um de nossos faixas pretas  que virou exemplo para os outros alunos”, lembra Zé.

“Na nova geração do projeto, temos o Pedro Paulo Clementino e a Alessandra, dois juvenis que vêem se destacando em todas as competições oficiais, desde o infantil, e atualmente já estão estagiando e se preparando para virarem instrutores na Gávea.”

O curso de professores da Escola de Jiu-Jitsu Leão Teixeira é aberto para todos os atletas faixas marrom e preta, contanto que credenciados pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu.

Para saber mais, visite Escoladejiujitsu.com.br.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *