Cobrinha comenta finalizações e reforça: “Ano que vem volto mais forte”

Share it

Rubens vibra após finalizar restando poucos segundos. Foto: Dan Rod.

Após o tri no Mundial Sem Kimono 2011, no sábado, o peso-pena Rubens Cobrinha virou logo para a repórter Deb Blyth e quis deixar claro. “Chega com esse papo de parar. Ano que vem vou voltar mais forte ainda!”, disse a fera de 31 anos, já de olho no penta mundial de pano.

“Eu estava enrolado com a nova academia aqui em Los Angeles, mas agora está tudo certo, minha família está aqui, meus alunos só me apoiam, e sinto que tenho muito a realizar ainda no Jiu-Jitsu. Quero vencer mais quatro Mundiais seguidos! Só volto a falar de aposentadoria quando estiver para abrir minha primeira loja de bolos em Los Angeles!”, riu ele.

O fenômeno da Alliance mostrou na Pirâmide estar bem longe de parar de lutar mesmo, após lutar contra dois bons nomes da nova geração no Mundial Sem Kimono.

No peso, foram duas lutas no sábado. A semifinal, contra Renan Borges (BTT), ele terminou com um estrangulamento pelas costas. Na final, contra Justin Rader, foi um embolo, mas terminou do mesmo jeito.

“Joguei com a guarda aberta buscando a finalização, mas ele se embolou bem. Eu mostrei uma disposição de um garoto de 22 anos, e no fim ele bateu, faltando uns 12 segundos. Ele merece todo o crédito, é um garoto cheio de vontade, foi uma luta boa”, analisou ele, que também caiu dentro do absoluto.

“Lutei o absoluto também e acabei parando nas quartas-de-final, por decisão do árbitro”, disse. “É sempre bom poder lutar o absoluto. Sempre que eu tiver a oportunidade vou lutar!”

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article
  1. Anônimo at 6:49 pm

    Boa Cobrinha sou seu Fã Numero 1, sonho q um dia terei pelo menos 30% do seu Jiu-Jitsu, quero ver vc lutando muito ainda…OSSSSSSSSSSSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *