Jones e Machida ficam lado a lado em Toronto

Share it

Jon Jones. Foto: UFC.

O UFC vem com um card repleto de astros em Toronto, no Canadá, local em que o presidente da organização, Dana White, não se cansa de elogiar. Foi assim na coletiva do UFC 140, nesta quarta-feira. Nos preparativos para o evento que traz Jon Jones contra Lyoto Machida e desafios como Rodrigo Minotauro vs Frank Mir e Tito Ortiz contra Rogério Minotouro, White não espera nada além de mais uma grande festa no dia 10 de dezembro.

Durante as entrevistas, a maior ênfase foi dada à disputa de cinturão de meio-pesados. Jones tenta defender pela segunda vez o título, agora contra o imprevisível Lyoto, dono de um jogo que costuma complicar os adversários.

“Adoro esse confronto de estilos. Machida ataca de diferentes formas, é difícil de acertá-lo. Se Jon Jones passar por ele, como fez com os outros, o céu é o limite para este garoto. Será uma grande luta”, analisou White.

Lyoto chuta Randy Couture em foto de Esther Lin (Divulgação).

Depois de perder o cinto para Maurício Shogun, Lyoto foi derrotado numa decisão contestável para Quinton Jackson. O volta por cima veio na aposentadoria de Randy Couture, com um incrível chute do karateca que fez o “Capitão América” beijar a lona. Para encarar Jones, Machida contou que vai contar com uma força especial.

“Com certeza vou estar preparado no dia 10 de dezembro e acredito que tenho que superar com a técnica. Realmente, o Anderson (Silva) me telefonou e disse que quer ir à minha cidade. Ele falou que quer me passar algumas coisas e espero que isso realmente aconteça.”

Com 14 triunfos e uma única derrota, por desclassificação, Jones mantém uma carreira irretocável. Já é o campeão, aos 24 anos, tendo derrotado lutadores experientes como Vladimir Matyushenko, Quinton Jackson e Shogun, um dos únicos que já bateu Lyoto. O número 1 da categoria sabe que pode encontrar dificuldades, mas não deve mudar o jeito de se apresentar.

“Vou lidar com o estilo do Lyoto sendo eu mesmo. Ele não lutou com ninguém como eu, assim como eu não competi com ninguém como ele. Tenho que estudá-lo”, declarou “Bones”, que aposta na sua juventude contra a experiência do oponente.

Aliás, a rodagem é o caminho que White  e Machida veem para o sucesso na tentativa de tomar o título.

“Lyoto luta há muito tempo e ficou invicto por muitos anos”, lembrou Dana.

“É difícil falar, mas talvez na experiência eu leve um pouco de vantagem”, aposta Lyoto.

Ficou nítida também a vontade de Jones enfrentar Rashad Evans, que era cotado como o seu adversário, mas se contundiu. Ele sabe que só vai ter a chance se vencer Lyoto. Será que isso vai dar ainda mais gás ao americano, ou é falta de foco já falar sobre um hipotético adversário, quando aguarda um ex-campeão pela frente?

As apostas já começaram. Quem vai se dar bem em mais um UFC eletrizante?

Confira o card:

UFC 140
Toronto, Ontário, Canadá
Dia 10 de dezembro de 2011

Jon Jones vs Lyoto Machida
Frank Mir vs Antonio Rodrigo Nogueira
Antonio Rogerio Nogueira vs Tito Ortiz
Brian Ebersole vs Rory MacDonald
Mark Hominick vs Chan Sung Jung
Igor Pokrajac vs Krzysztof Soszynski
Dennis Hallman vs John Makdessi
Rich Attonito vs Claude Patrick
Mark Bocek vs Nik Lentz
John Cholish vs Mitch Clarke

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *