GRACIEMAG 176

Share it

Valeu a pena esperar a edição de outubro do seu manual de Jiu-Jitsu e de superação, GRACIEMAG.

Recheada de coberturas exclusivas e com a qualidade que a difere das concorrentes, GRACIEMAG chega às bancas de todo o país com reportagens enriquecidas por muitas lições para o praticante de todas as faixas.

Na reportagem exclusiva do ADCC 2011, na Inglaterra, não nos limitamos a mostrar os feitos de André Galvão, por exemplo, o lutador que precisou vencer Pablo Popovitch, Rousimar Toquinho, Serginho Moraes e outras feras para voltar ao topo do pódio. Contamos tudo isso e ainda o que estava afastando André do Jiu-Jitsu e do MMA, como ele programou seus treinos e o que ele quer da carreira, agora que conquistou seu maior título sem kimono.

A cobertura do sempre charmoso ADCC mostra por que o evento foi um dos mais técnicos desde sua primeira edição em 1998, e conta tudo sobre todos os campeões sem kimono, assim como esmiúça a guerra de 47kg de diferença entre Gabi e Hannette, o movimento que Kyra fez para finalizar a rival Michelle Nicolini, o que Léo Vieira guardou de positivo ao ficar em segundo para Marcelinho Garcia, como Dean Lister superou Rodolfo Vieira e tantas histórias.

A edição de outubro não fica nisso. Buscando preparar uma revista completa como nunca antes, embarcamos numa odisseia pela Rússia, onde o Jiu-Jitsu tem mudado hábitos e o modo de ver as artes marciais por lá. De quebra, encontramos um astro que promete testar o judô de Vladimir Putin, o premier todo-poderoso. Imperdível.

A única revista de Jiu-Jitsu do Brasil oferece ainda três deliciosos lanches Gracie para você preparar antes de treinar, e ainda surfe, malhação e dicas de Ginástica Natural.

Os leitores haviam pedido reportagens com táticas e estratégias de combate, e fomos direto na fonte. Num livro de fazer rivalidade a Sun Tzu, o general Napoleão Bonaparte escreveu como a mente de um guerreiro vencedor funciona. Leia e aprenda com quem já fez muito estrago, desde outros séculos.

Na sua NOCAUTE velha de guerra, as reportagens que analisam as questões do momento no MMA, sem oba-oba nem versões oficiais do patrão. Este mês, a reportagem de Carlos Ozório discute: o boxe venceu no MMA? Estão buscando mais os nocautes do que a luta de solo? NOCAUTE chama o leitor para o debate, portanto participe.

A NOCAUTE traz ainda um perfil com o astro do UFC que é temente a Deus e ao kimono, o ídolo Ben Henderson. Ele não perde uma ida à Igreja, um Mundial de Jiu-Jitsu, e acha que com isso perde cada vez menos no MMA. Entenda por quê.

No Plano de Aula, GRACIEMAG traz novas armadilhas para você surpreender nos treinos.

Já Martin Rooney traz trabalhos para você ganhar explosão, aspecto vital para você dar um gás nos treinos e competições.

Na ANTOLOGIA, um clássico sem kimono para saudar a temporada, Royler vs João Roque. Confira o que aprendemos com eles. Tire suas próprias lições com a GRACIEMAG 176, já nas bancas.

 

Ler matéria completa Read more
There are 20 comments for this article
  1. Caetano at 4:37 pm

    Um erro (quase) irrelevante na capa: o Galvão venceu 8 lutas, mas não 8 adversários, já que enfrentou o Pablo tanto no peso como no absoluto.

    • Anônimo at 10:25 pm

      Fala Caetano, discutimos isso mas decidimos ir assim mesmo. Ele venceu oito oponentes, já que o Pablo foi seu oponente duas vezes. Abraços e valeu pela atenção!

  2. Andrearaujodefarias2009 at 8:44 pm

    acho que a revista demora muito a sair a sua publicacao,acho que isso deve ser revisto pela equipe editorial. (que demora)

    • Anônimo at 3:23 am

      Foram duas categorias femininas no evento, e o espaço do texto foi o mesmo dado, Karina. Numa boa? O que chega a ser ridículo é tentar fazer lobby só por fazer, sem fazer justiça. Onde você vê Jiu-Jitsu feminino a não ser em GRACIEMAG? Reflita, e nos ajude a fazer uma revista melhor sem faniquitos. Abraços

  3. jefferson at 12:31 pm

    Acho que a gracie demora muito …algumas revistas são dignas de obra prima quando de filosofia dos atletas,alimentação,estratégia e táticas ( que o forte da revista) e educação física( do grande mestre Martin rooney ..outro ponto forte da revista e que deveria ter mais espaço ) ..e técnicas claro!!( falta o jiu jitsu defesa pessoal e MMA) ++++++++++ ,e reportagens sobre o piscológico nas competições e MMA …++++ MMA mas quando fala de competição …45% da revista é ocupada de quem ganhou e de quem perdeu ..é chato pacar@#$%( a não ser qdo alguns atletas dentro do tatami diz a opinião sobre cada um …como do draculino em uma revista atinga que foi show ..)¨..e qdo tb fala de jiu jitsu em outros paises …nada a acrescentar ( a não ser que vc quer uma aula de geografia e costumes e cultura de outros lugares e fotos de viagem)….

    • Anônimo at 5:33 pm

      Boa análise, Jefferson, vamos levar em consideração. Sobre a demora na distribuição, estamos tratando disso neste momento, vocês estão certos. Estamos fazendo o nosso melhor para a revista chegar a todo país, e com mais agilidade. Abraços

  4. LUIZ FERNANDO GB at 9:26 pm

    Desde que meu professor me fez conheçer a revista venho colecionando a GM,Me amarro na GracieMag ,quando mostro p pessoas Q Não conhecem o jiu-jitsu se amarram e ficam fãs, no meu pé. no inicio do mês eai ja comprou? tenho esperança de um dia divulgarem um pouco da historia do jiu-jitsu na -PB quem foi o pioneiro do braziliam jiu-jitsu quem hoje são os professores os mestres. como os mas velho sempre diziam o apressado come cru então deixo esse pedido a GRACIEMAG

  5. Cleytonspaulino at 11:08 pm

    com certeza sou atleta da mg milha ceara e comprei a concorrente e nao tem nada de jiujitsu, sem duvidas alguma a graciemag é a melhor tanto o site como a revista parabéns a todos que a fazem!

  6. Anônimo at 3:07 pm

    Não existe “uma fila” ou algo do tipo. Há uma decisão por parte dos editores de quem anda se destacando. Os leitores por email e pelo site também influenciam, claro. Há muitos pedidos ainda. Ah, e leitor educado tem preferência, pode ser por isso… Abraços

  7. Felipe Amorim at 10:51 am

    mas em momento algum eu faltei com a educação com voces, muito ao contrário, sempre prestigio o site, faço as critícas, que voces estimulam, para melhorar a revista, achei estranho esse comentário, fiquei decepcionado, talvez o ambiente seja muito fino para minha educação,só peço desculpas se ofendi alguém, só falei em fila, porque vocês falaram que tinha uma fila, mas eu prefiro me retirar definitivamente do site, já fui chamado de chato em um editorial, mas que reconheceram que era esse leitor que a revista procura, mas pra mim tá bom, estou me retirando. sorte nos projetos daqui pra frente.

    • Rapha at 11:29 am

      Você faltou com educação por insinuar que o Plano de Aula é influenciado por “jabá de gravadora”. Lembre-se que há pessoas trabalhando sério e você compra a revista se quiser, ninguém te obriga a comprar nada. E você não dá opinião criativa e estimulante para a GRACIEMAG, você faz campanha para colocar um professor no Plano de Aula. Tipo, isso deve gerar constrangimento para o próprio professor Marcos, que não precisa de campanha, tem méritos próprios. Uma coisa é sugerir. Outra coisa é fazer campanha num espaço aberto a debates muito mais proveitosos. Por favor, saia do site mesmo, Felipe Amorim. Grato.

  8. Anônimo at 10:30 pm

    Gostou agora, Caetano? Olha, a edição de 2007 pode ter cometido erros, a de 2009 escorregado em algo… Mas em relação à cobertura da edição de 2005 você só pode ter esquecido.

  9. Felipe Amorim at 11:41 am

    rapha, pensei muito para dar essa resposta, deixa eu falar uma coisa, sou leitor da gracie magazine desde o número 13, guardo todas em uma caixa com cheiro de novas, portanto, eu fui um leitor de gracie magazine dos mais fanáticos, sobre voce falar que eu não sou obrigado a comprar revista, não vou responder isso, porque o dinheiro saiu do meu bolso, sei que ninguém é obrigado a nada, obrigado por me fazer chegar a essa conclusão, quanto as críticas, acho que elas são sempre válidas, acredito também que a gracie-não sei se voce pegou essa época-, deveria voltar com a coluna sobre fisioterapia com a jackeline figueiredo, medicina esportiva e suplementação com Dr. Hélio Ventura, enfim… assuntos voltados para os praticantes, sem sombra de dúvida, eu concordo que a gracie é a única revista que apoia o jiu-jitsu, a concorrente não tem qualidade gráfica, apenas tem mais volume, se ajustasse alguma coisas daria um salto impressionante, com o boom do vale tudo brasileiro está chegando uma outra publicação voltada para área, já vi a revista, fraca, muito fraca…agora quanto ao professor marcos da gracie barra paraná, não o conheço pessoalmente, somente deixei-não somente eu, mas inúmeros leitores-, uma dica dele pro plano de aula, visto o grande sucesso de seus vídeos no youtube, onde não há nenhuma critíca negativa sobre seus videos-e são muitos-, todos comentários ao vídeo dele, reconhecem a excelente didática, fazendo o difícil parecer fácil, então é isso… sou apenas um leitor muito antigo, com anos de tatame e que sempre fazia questão que a revista em cima do dojo passasse de mão em mão, então rapha, forte abraço a todos, fui……..

Deixe uma resposta para Caetano Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *