Demian Maia: “Eu aceitaria fazer uma luta de Jiu-Jitsu”

Share it

Demian comemora no UFC 136. Foto: UFC.

Demian Maia voltou a vencer no UFC 136, no último sábado, em luta contra o também brasileiro Jorge Santiago. Em entrevista ao GRACIEMAG.com, Demian comenta a sua evolução no MMA, como está o seu Jiu-Jitsu e a possibilidade de até vestir no kimono para fazer uma luta.

Confira:

Percebi nesta luta que você aplicou muito bem todos os fundamentos do MMA. Usou a trocação, derrubou bem e trabalhou no chão com eficiência. Você acha que encontrou o equilíbrio entre as técnicas?

Acho que estou cada vez mais equilibrado. Para esta luta, dei uma importância grande ao Jiu-Jitsu e às quedas também. Não rolou a finalização, mas, além de ser contra um adversário de nível alto, estava um pouco tenso. Acho que ninguém se soltou muito nesta luta.

Como você disse, faltou a finalização. Acha que foi uma falha sua ou mérito do oponente?

Não achei que dei moleem nada. Seguia estratégia, que era trocar em pé para botar para baixo e buscar a finalização. Talvez não tenha me arriscado tanto no chão para não perder as posições, foi o equilíbrio que busquei. Não queria perder as posições, até para conseguir finalizar. Mas gostei da luta. Sempre fui muito instintivo, botamos uma estratégia e estou aprendendo a ser assim.

Neste ano você tem uma vitória e uma derrota. Como analisa 2011 para você?

Não posso dizer que este ano foi ruim, até porque a luta contra o (Mark) Munoz foi uma boa luta. Perdi na decisão, mas foi apertado. O principal para mim, independentemente dos resultados, é que evoluí muito. Faço um trabalho há dois anos para ficar completo em tudo, não apenas no Jiu-Jitsu, mas na trocação, quedas e preparo físico. Continuo nesta busca e creio que, desde a luta contra o Anderson para cá, sou outro lutador.

Falando em Anderson Silva, o que espera desse provável combate entre ele e o Chael Sonnen?

É uma boa luta, que muita gente quer ver. O Anderson é o campeão, o cara a ser batido, mas vai ser duro para os dois. O Anderson é o favorito e tenho certeza de que o UFC vai fazer essa luta acontecer.

Você já foi campeão do ADCC. O que achou dessa última edição, assistiu alguma luta?

Ainda não assisti às lutas do ADCC, quero muito ver. Mas conversei com diversos amigos e fiquei muito feliz com muitas coisas. Teve na final do 77kg dois amigos meus, que são o Marcelinho (Garcia) e o Leozinho (Vieira). O Léo foi um dos meus professores e treinamos muito juntos. O André Galvão também foi meu parceiro de treinos por muitos anos, falei com ele e fiquei muito feliz por ele ter vencido. Teve o Xande Ribeiro também… Eu adoro. Sempre que posso ir assistir ao Mundial ou ao ADCC, eu vou. Dessa vez não fui, porque foi antes da minha luta. Tinha até vontade de lutar, mas a minha prioridade é o UFC. Minha vida hoje é baseada no Ultimate.

Tinha vontade de lutar? Por acaso, se fizessem uma proposta legal para você lutar Jiu-Jitsu de kimono ou sem, você lutaria, isso seria possível?

Tenho vontade e aceitaria uma luta de Jiu-Jitsu sim. Ano passado me propuseram uma contra o Jake Shields na UFC Fan Expo, foi logo depois da luta contra o Anderson. Acabou não rolando. Aliás, o Shields deve subir de peso agora e é um cara que devemos ficar atentos.

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article
  1. JoãoJones at 11:15 am

    Acho bom mesmo ele voltar a colocar o pano, porque parece que ele esqueceu o jiu-jitsu que colocou ele no UFC. Perdeu diversas posições, não conseguiu passar a guarda de uma cara que nunca lutou um campeonato de jiu-jitsu!
    Agora ele acha que é lutador de boxe, infelizmente, assim como todos os lutadores treinados pelo Dorea. Larga o Dorea, volta pro pano Demian, vai fazer o que você sabe de melhor e usa o boxe pra clinchar e botar pra baixo. Se não vai continuar fazendo essas lutas sem emoção, ser vaiado e se der mole o careca vai te demitir do UFC, se liga!

  2. Paulo Ramon at 11:29 am

    Falar que o Jorge Santiago nunca disputou um campeonato de Jiujitsu é a demonstração do maior desconhecimento sobre o esporte. Basta verificar quem foi o maior adversário de Roger Gracie entre os anos de 1999 e 2002 e verá que eles se enfrentaram em quase todas as fnais de Brasileiro, Pan Americano e Mundial. Além disso, Jorge Santiago fechou a categoria de avsoluto diversas vezes com o Fabrício Werdun.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *