Aldo e Edgar confirmam status de melhor do mundo; Sonnen finaliza e intima Silva

Share it

José Aldo defende o cinturão. Foto: UFC.

Duas disputas de cinturão agitaram o UFC 136, em Houston, Texas. Mas o público também vibrou com combates como o de Chael Sonnen, que não demorou e desafiou Anderson Silva logo após o triunfo. Confira tudo nas análises abaixo:

Frankie Edgar vs Gray Maynard 

Numa luta eletrizante, Frankie Edgar finalmente venceu Gray Maynard e teve êxito na defesa do título de leves. Edgar protagonizou uma virada incrível. No primeiro round, se abalou após um upper certeiro do oponente e resistiu aos trancos e barrancos. Quando tudo parecia a favor de Maynard, Frankie passou a lutar melhor na segunda e terceira parciais. No quarto assalto, conectou bons socos, principalmente um cruzado de direita, que derrubou o adversário.  Após mais alguns socos, o nocaute manteve o cinturão nas mãos do campeão, mas a trilogia Frankie vs Maynard segue sem vencedor, com uma vitória para cada lado e um empate.

José Aldo vs Kenny Florian 

Na segunda defesa de título no UFC, José Aldo não deu bobeira contra Kenny Florian. Depois de um primeiro round parelho, passou a conectar os melhores golpes na trocação e usou bem a arte suave, tendo chegado duas vezes à montada. Os chutes na perna também abalaram o oponente. A Florian só restou dificultar usando o clinch, e o triundo foi para Aldo, que chega à 13ª vitória seguida e é o melhor do mundo entre os pesos penas.

Chael Sonnen vs Brian Stann

Sonnen, quem diria, usou bem o Jiu-Jitsu, modalidade que costuma criticar. Quedou Brian Stann com facilidade e alcançou diversas vezes as costas e a montada. No segundo round, encaixou o katagatame e tratou de finalizar. Sabe qual foi a primeira declaração depois do triunfo?

“Anderson Silva, você é uma bosta”, disse o polêmico lutador, que quer a revanche no UFC, de preferência no dia da final do Superbowl. “Será a revanche mais aguardada do MMA. Se você perder para mim, Silva, saia da categoria até 84kg. Já se eu perder para você, eu abandono o UFC”.

Na plateia, o Aranha fez graça ao lado do ex-jogador de basquete Charles Barkley. Através do Twitter, Dana White, presidente do UFC, disparou: “Shit just GOT REAL!!!!!!”

Leonard Garcia vs Nam Phan 

Ambos precisavam da vitória a qualquer custo, já que vinham de resultados negativos. Apesar da baixa estatura, Nam Phan encaixou os melhores socos, tendo conseguido um knockdown. Na terceira parcial, Garcia veio com tudo para a recuperação, com uma sequência de socos que levantou a torcida. Mas não foi suficiente. Phan ainda conseguiu quedar para faturar a decisão unânime. Garcia perdeu a segunda seguida, mas saiu muito aplaudido.

Joe Lauzon vs Melvin Guillard 

Numa série de cinco vitórias, Guillard partiu com tudo. Um triunfo poderia levá-lo à disputa do cinturão de leves. No entanto, recebeu um soco de Joe Lauzon e ficou grogue. Lauzon aproveitou o momento, pegou as costas e tratou de encaixar o mata-leão, aos 47s do assalto inicial. O Jiu-Jitsu segue sendo a fraqueza de Guillard. No penúltimo revés, para Nate Diaz, foi finalizado numa guilhotina.

Demian Maia vs Jorge Santiago 

Demian pareceu ter encontrado o equilíbrio entre Jiu-Jitsu, boxe e wrestling. Nos três rounds contra Jorge Santiago, o faixa-preta soube usar bem a trocação para se aproximar e derrubar. No chão, trabalhou no ground and pound e controlou a situação, sem sofrer perigo. A torcida vaiou, mas a luta estratégica, que teve bons momentos, valeu o triunfo a Demian, que se recupera da derrota na última apresentação.

UFC 136
Toyota Center, Houston, Texas
8 de outubro de 2011

Frankie Edgar venceu Gray Maynard por TKO aos 3min54s do R4
José Aldo venceu Kenny Florian por decisão unânime
Chael Sonnen finalizou Brian Stann com um katagatame aos 3min51s do R2
Nam Phan venceu Leonard Garcia por decisão unânime 
Joe Lauzon finalizou Melvin Guillard com um mata-leão aos 47s do R1 
 Demian Maia venceu Jorge Santiago por decisão unânime
Anthony Pettis venceu Jeremy Stephens por decisão dividida
Stipe Miocic venceu Joey Beltran por decisão unânime 
Darren Elkins venceu Tiequan Zhang por decisão unânime 
Aaron Simpson venceu Eric Schafer por decisão unânime
Mike Massenzio venceu Steve Cantwell por decisão unânime 

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article
  1. Felipe No Pain No Gain at 9:54 am

    A transição do Aldo foi do WEC não do Strikeforce, e em relação a parecer intimidado, isso não existe, UFC é muito diferente, pressão maior, atenção da mídia maior e, definitivamente, lutadores cada vez mais tarimbados. E mesmo com tudo isso a mais o Aldo continua se sobressaindo.

    WAAAR ALDO!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *