Ranking ADCC: Garcia dispara; Zé Mario é vice; Galvão sobe 19 posições

Share it

Você não acumula impunemente quatro títulos no peso, dois vice-campeonatos (um no peso e outro no absoluto), mais um bronze no aberto, além de títulos de atleta mais técnico e protagonista da melhor luta.

Tantas glórias levam Marcelo Garcia a ser o líder inconteste do Ranking GRACIEMAG de Atletas do ADCC, no Masculino. Com os pontos de 2011 somados, o mineiro radicado em Manhattan chegou aos três dígitos, com 109 pontos, 18 a mais do que o segundo colocado.

E foi na vice-liderança que tivemos uma mudança importante. Os 15 pontos recebidos pela vitória na superluta sobre Renzo Gracie garantiram a Zé Mario Sperry o segundo lugar, superando outra lenda do ADCC, Mark Kerr. Renzo, por sua vez, somou nove pontos e subiu de 22o para 18o.

André Galvão também pegou o elevador. O grande nome da edição encerrada há pouco mais de uma semana em Nottingham, Inglaterra,  ganhou 37 pontos e passou do 32o posto para o 13o.

O mesmo ocorreu com Bráulio Estima, Xande Ribeiro e Ronaldo Jacaré. Bráulio agora está em 5o. Xande ultrapassou o irmão Saulo e Roger Gracie, pulando do 12o para o 8o lugar. Jacaré, com os nove pontos da derrota na superluta, pulou do 9o para o 7o.

Os brasileiros seguem dominando o ranking, com 17 atletas no top 20. Apenas Kerr em 3o, Jeff Monson em 10o e Dean Lister, que pulou de 21o para 17o, quebram a hegemonia brazuca.

Confira abaixo a lista atualizada!

Ranking GRACIEMAG de Atletas do ADCC

1o -109 – Marcelo Garcia

2o – 91 – José Mário Sperry

3o – 80 – Mark Kerr

4o – 69 – Ricardo Arona

5o – 68 – Bráulio Estima

6o – 68 – Fabrício Werdum

7o – 67 – Ronaldo Jacaré

8o – 66 – Alexandre Ribeiro

9o – 61 – Saulo Ribeiro

10o – 61 – Jeff Monson

11o – 61 – Royler Gracie

12o – 60 – Roger Gracie

13o – 60 – André Galvão

14o – 58 – Leonardo Vieira

15o – 57 – Pablo Popovitch

16o – 55 – Jean Jaques Machado

17o – 52 – Dean Lister

18o – 43 – Renzo Gracie

19o – 42 – Alexandre Soca

20o – 40 – Alexandre Cacareco

21o – 39 – Ricco Rodriguez

22o – 37 – Sean Alvarez

23o – 36 – Ricardo Almeida

24o – 34 – Robert Drysdale

25o – 34 – Rafael Mendes

26o – 30 – Jon Olav Einemo

27o – 29 – Roberto Traven

28o – 29 – Vinícius “Pezão” Magalhães

29o – 28 – Rani Yahya

30o – 28 – Kareem Barchlov

31o – 28 – Demian Maia

32o – 27 – Marcio Pé de Pano

33o – 27 – Marcio Feitosa

34o – 27 – Barret Yoshida

35o – 22 – Rubens Charles “Cobrinha”

36o – 18 – Hayato Sakurai

37o – 17 – Mark Robinson

38o – 17 – Kikuta Sanae

39o – 17 – Robrigo Gracie

40o – 16 – Roberto “Cyborg” Abreu

41o – 16 – Ricardo Liborio

42o – 16 – Alexander Savko

43o – 13 – Ricardo Moraes

44o – 13 – Matt Serra

45o – 12 – Simon Siasi

46o – 11 – Rolles Gracie

47o – 11 – Robin Gracie

48o – 11 – Luiz Brito

49o – 11 – Gerardi Rinaldi

50o – 11 – Gabriel Gonzaga

51o – 11 – Flávio Almeida

52o – 11 – Otto Olsen

53o – 11 – Caol Uno

74o – 11 – João Assis

75o – 11 – Rousimar “Toquinho” Palhares

56o – 10 – Alexandre Paluski

57o – 09 – Enson Inoue

58o – 08 – Nino Schembri

59o – 07 – Vitor Belfort

60o – 07 – Kron Gracie

61o – 05 – Vitor Ribeiro

62o – 05 – Tito Ortiz

63o – 05 – Tarsis Humphreys

64o – 05 – Ryan Hall

65o – 05 – Robson Moura

66o – 05 – Rigan Machado

67o – 05 – Leonardo Santos

68o – 05 – Joe Gilbert

69o – 05 – Jake Shields

70o – 05 – Gregor Gracie

71o – 05 – Fabiano Iha

72o – 05 – David Terrel

73o – 05 – David Avellan

74o – 05 – Chris Haseman

75o – 05 – Beau Hershberger

76o – 05 – Alex Negão

77o – 05 – Ahmed Farag

78o – 05 – Jeff Glover

79o – 02 – João Roque

***

Os seguintes critérios de pontuação foram aplicados:

1.Campeão do absoluto – 20pts

2.Campeão de categoria – 17pts

3.Campeão da superluta – 15pts

4.Vice-campeão absoluto – 13pts

5.Vice-campeão de categoria – 11pts

6.Vice-campeão da superluta – 9pts

7.Terceiro lugar do absoluto – 7pts

8.Terceiro lugar de categoria – 5pts

9.Atleta mais técnico – 3pts

10.Protagonista da melhor luta – 2pts

Para o caso de empate em número de pontos, o atleta que tivesse uma conquista de valor superior ficaria a frente. Por exemplo, mesmo que empatados em pontos, um atleta que tem em seu currículo um título no absoluto fica na frente de um atleta que  foi campeão de uma categoria.

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article
  1. Felipe Amorim at 10:24 am

    sem sombra de dúvida, marcelinho é um fenomeno, a julgar pelo peso e pela envergadura, esbanja tecnica, parece que nasceu com o dom.

  2. Lucas Lopes at 10:52 am

    Po, essa super luta ai nao conta..era de veteranos…entao se o xeque fizer uma s lutar de arona contra kerr vai contar agora???pow, esse ranking ai ja ta ficando estranho, mas o marcelinho eh o melhor com e sem kimono…oss

    • Ivan Trindade at 5:16 pm

      Desculpa, lucas, mas vale sim! A luta seguiu as regras do evento e os dois deram tudo pela vitória. Se Arona e Kerr aceitarem lutar, seus pontos serão contados. Afinal de contas, é preciso fazer muito no ADCC para ter direito a lutar uma superluta como Renzo e Sperry lutaram. Não é para qualquer um.

Deixe uma resposta para Lucas Lopes Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *